nsc
    santa

    Casa do legislativo

    Câmara de Vereadores de Blumenau anuncia local em que vai construir sede própria

    Estimativa é que o investimento necessário para construir e equipar o prédio seja de R$ 10 a R$ 12 milhões

    05/09/2019 - 08h12 - Atualizada em: 05/09/2019 - 15h02

    Compartilhe

    Gabriel
    Por Gabriel Lima
    Local onde será construída a sede da Câmara.
    (Foto: )

    A Câmara de Vereadores anunciou na manhã desta quinta-feira (5) o local onde planeja construir a sede própria do Legislativo em Blumenau. O novo prédio deve ser erguido onde atualmente funciona o estacionamento dos servidores da Casa na Rua das Palmeiras, ao lado do Museu da Família Colonial. O projeto apresentado prevê cinco andares, estacionamento subterrâneo para 100 veículos e estrutura adaptada para os gabinetes e atividade parlamentares.

    A estimativa é sejam necessários de R$ 10 a R$ 12 milhões para a construção do prédio e instalação dos equipamentos. A Mesa Diretora planeja utilizar na obra apenas o dinheiro do fundo de reserva Câmara de Vereadores, para o qual a Mesa Diretora destina R$ 750 mil no fim de cada ano planejando a compra da sede própria.

    O investimento inicial inclui utilizar R$ 2 milhões dos R$ 4 milhões que estarão depositados até o próximo ano. Como a Câmara tem cortado despesas operacionais, a expectativa da Mesa Diretora é aumentar o repasse anual para R$ 1 milhão e permitir que o prédio seja construído em etapas no período entre seis a oito anos.

    Negociação para adquirir a área

    O terreno em questão pertence a um proprietário da iniciativa privada, mas a Mesa Diretora da Câmara tem um planejamento para adquirir a área. O lote desejado seria obtido numa troca que envolve o prédio ao lado da Rede Feminina de Combate ao Câncer na Rua Itajaí. O local, que já abrigou o Centro de Saúde e pertence ao Governo Estadual, seria utilizado pelo proprietário para construir um museu do automóvel.

    Como o terreno está sem uso, a Mesa Diretora da Câmara está negociando que o terreno seja doado ao poder público municipal, o que possibilitaria a troca e a construção da sede própria do Legislativo. Uma contrapartida, ainda que não seja direta, é a possibilidade da prefeitura ceder um espaço para o Governo Estadual no Aeroporto Quero-Quero para instalação da base do helicóptero Arcanjo.

    O presidente da Câmara de Vereadores, Marcelo Lanzarin, afirma que a Mesa Diretora trabalha com uma alternativa caso a negociação não ocorra conforme o previsto. O plano seria pedir à prefeitura que permitisse construções no terreno ao lado do Museu da Família Colonial, local que teve a primeira casa do Dr. Hermann Blumenau, fundador do município, e foi tombado como patrimônio histórico.

    — Nós entendemos que a Câmara de Vereadores tem um papel importante dentro do centro histórico da cidade. Com base nisso, fizemos um planejamento de que a sede da Câmara de Vereadores deveria permanecer no centro histórico e que não voltássemos a dividir espaço com o Executivo, pois precisamos de uma sede em definitivo — destaca.

    O projeto apresentado nesta quinta também prevê a construção de um parque ciliar para integrar a nova sede do Legislativo com o centro histórico de Blumenau. A área total prevista, com a construção do parque é de 7 mil m² com 1,2 km de passeio próximo ao rio e de forma integrada com as opções culturais e gastronômicas do local.

    Além de falar sobre os investimentos, Marcelo Lanzarin também fez um balanço do primeiro semestre de trabalho da atual Mesa Diretora. Entre os assuntos abordados estiveram a implementação do novo sistema interno que elimina o uso de papel na Câmara, a reestruturação da TV Legislativa e a possibilidade de transmissão em sinal aberto, a criação de um novo site para a Casa, a contratação de uma agência de publicidade, a expectativa de um plano de demissão voluntária para 2020 e mudanças nas funções gratificadas.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Política

    Colunistas