nsc
dc

Investigação

Campanha de José Serra ao Senado é alvo de operação da Polícia Federal

A origem ilícita de valores recebidos, que chegam a R$ 5 milhões, foi ocultada segundo a denúncia

21/07/2020 - 07h57

Compartilhe

Folhapress
Por Folhapress
serra
José Serra é alvo de investigação
(Foto: )

A Polícia Federal cumpre na manhã desta terça-feira (21) quatro mandados de prisão temporária e 15 de busca e apreensão relacionadas a doações eleitorais não contabilizadas. Segundo informações da TV Globo, as suspeitas estão relacionadas à campanha do senador José Serra (PSDB).

"Eu não recebi pressão do setor produtivo", afirma Moisés sobre decisão de não decretar lockdown

De acordo com o comunicado da Polícia Federal e do Ministério Público de São Paulo, "foi constatada a existência de fundados indícios do recebimento por parlamentar de doações eleitorais não contabilizadas, repassadas por meio de operações financeiras e societárias simuladas, visando assim a ocultar a origem ilícita dos valores recebidos, cujo montante correspondeu à quantia de R$ 5 milhões".

No início do mês, mandados de busca e apreensão foram cumpridos em São Paulo e no Rio de Janeiro após denúncia do Ministério Público Federal em São Paulo. José Serra e a filha dele, Verônica, foram acusados de lavagem de dinheiro transnacional pela equipe da Lava-Jato de São Paulo.

Colunistas