nsc

ASISSTÊNCIA SOCIAL

Campanha em Joinville lembra serviços oferecidos para população em situação de rua

Campanha "Não dê esmola, ajude de verdade!" foi lançada nesta terça-feira (22)

22/06/2021 - 17h40

Compartilhe

Jean
Por Jean Patrick
Pessoas conversando com morador em situação de rua
Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua, o Centro Pop, conta com cerca de 350 usuários cadastrados
(Foto: )

Com objetivo conscientizar a população que existem serviços públicos e instituições parcerias aptas a atender quem fica nos semáforos ou nas ruas, a Prefeitura de Joinville lançou a campanha “Não dê esmola, ajude de verdade!”.

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

De acordo com a secretária de Assistência Social de Joinville (SAS), Fabiana Cardozo, conhecer a rede de atendimento do município e saber orientar sobre os locais corretos onde buscar assistência são as melhores maneiras de ajudar. Além disso, Fabiana, quem desejar contribuir, pode destinar donativos como alimentos e roupas às instituições parceiras da SAS. A lista com todos os serviços oferecidos está disponível neste site

A campanha “Não dê esmola, ajude de verdade!” foi apresentada à Comissão de Cidadania e Direitos Humanos da Câmara de Vereadores de Joinville (CVJ) nesta terça-feira (22).

Em outra ação, a SAS vai distribuir em estabelecimentos comerciais, igrejas e junto à comunidade, o folder da campanha com informações sobre os serviços assistenciais oferecidos pelo município, com horários e locais de atendimento, das unidades e instituições parceiras.

Conheça a rede de atendimento

Atualmente, o Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua, o Centro Pop, conta com cerca de 350 usuários cadastrados.

No entanto, a estimativa da Secretaria de Assistência Social de Joinville é que o número de pessoas que pedem esmolas nos semáforos e nas ruas seja maior, já que essa população faz parte de diversos grupos, como imigrantes, malabares, indígenas, entre outros.

Além do Centro Pop, a rede de atendimento da SAS conta com outras unidades que oferecem diversos serviços às pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Entre elas estão o Serviço Especializado em Abordagem Social (SEAS), as duas unidades do Restaurante Popular, Centro de Atenção Psicossocial em Álcool e Outras Drogas (CAPS AD), os Conselhos Tutelares, Consultório de Rua e o Centro Público de Atendimento aos Trabalhadores (CEPAT).

Além disso, a rede conta com a parceria de instituições como a Casa de Passagem Vó Joaquina (encaminhamento via Centro Pop), o Abrigo Institucional Essência da Vida (encaminhamentos via Centro Pop e CAPS AD), bem como a Casa de Levi (Comunidade Eis-me Aqui) e a Amar Até o Fim (Igrejinha), que oferecem acesso à higiene pessoal, roupas e jantar.

*Com informações da Prefeitura de Joinville

Colunistas