A Prefeitura de Joinville lançou uma nova campanha de conscientização no trânsito, com foco na utilização do celular. A ação faz parte do Maio Amarelo e tem o objetivo de educar a comunidade.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Joinville e região no WhatsApp

Conforme Melissa Puertas Sampaio, gerente da Escola Pública de Trânsito de Joinville (Eptran), essa campanha ocorre para que as pessoas saibam que não estão sozinhas no trânsito, e que suas ações podem colocar outras vidas em risco.

— O uso do celular é o nosso principal problema. Ele faz com que as pessoas se conectem com o mundo, mas se desconectem com o trânsito. Esta campanha será aplicada para todo o público. Também estamos trabalhando com as crianças e blitz educativas — explica.

Veja fotos das ações realizadas pela Eptran

Continua depois da publicidade

Segurar ou manusear o celular enquanto dirige é considerado infração gravíssima, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro. Ao motorista que infringir esta lei será aplicada uma multa de R$ 293,47, além de sete pontos na carteira de habilitação.

O projeto será propagado pelas redes sociais da prefeitura, site, televisão e rádio. Além disso, algumas escolas também foram selecionadas para receberem a apresentação do projeto.

— Nós fazemos os trabalhos com as crianças para que elas alertem os pais e realmente os fiscalizem para nós. Nós só temos um jeito, fazer com que elas entendam que o trânsito é de todos e que as nossas vidas não tem preço — explica Melissa. 

Prêmio CONSEMS 2024

A Eptran recebeu nesta semana o terceiro lugar do Prêmio CONSEMS 2024. O projeto Trânsito e Cidadania é oferecido para crianças do 4º e 5º ano do ensino fundamental. A escola também realizou apresentações no ano passado em seminários internacionais, estando entre os 10 municípios escolhidos do país.

Continua depois da publicidade

— Todos os nossos materiais de campanhas educativas são feitos conforme a nossa necessidade. Nosso projeto Trânsito e Cidadania é uma junção de forças. Geramos emoção na criança, uma emoção positiva, e ela carrega isso para a vida adulta — conta Melissa.

Outros projetos também são desenvolvidos pela Escola Pública de Trânsito de Joinville. O Joinville em duas rodas, Todos somos pedestres e Todas as vidas importam no trânsito também são realizados pela instituição.

Leia mais

Professores grevistas voltam às salas de aula em Joinville

Joinville registra recorde de acidentes com motos em 2024

Mais de 50 vítimas já foram salvas por joinvilenses que atuam no Rio Grande do Sul

Destaques do NSC Total