nsc
an

Crueldade

Cão é agredido com marteladas pelo dono em Balneário Barra do Sul

Segundo testemunhas, as agressões eram frequentes

03/08/2021 - 08h21

Compartilhe

Isadora
Por Isadora Nolf
Cão agredido em Barra do Sul
O animal sobreviveu e está internado
(Foto: )

Uma cachorra foi agredida com marteladas na cabeça no último domingo (1°) no bairro Salinas de Balnerário Barra do Sul, Norte de Santa Catarina. O suposto autor das agressões relatou à polícia que ficou nervoso após o cachorro quebrar um objeto da casa. 

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

O crime foi denunciado no domingo pelo grupo Focinhos da Barra, no Facebook e no Instagram, explicando que o agressor era o próprio dono do cão. Segundo testemunhas, o homem tinha um histórico de violência animal e a cachorra já chegou a perder seus filhotes devido à agressões. 

Além da denúncia feita pelo Focinhos da Barra, um vizinho do agressor notou a comoção e acionou a polícia. Ao chegar no local, a guarnição ainda encontrou outros dois cachorros e um cavalo, que foram apreendidos. Segundo o delegado Eduardo Mendonça, o cavalo era usado para trabalho e estava em más condições.

> Cachorro morre após ser encontrado amarrado em trilho de trem em Joinville

A cadela agredida sobreviveu, mas está internada com ferimentos profundos na cabeça. O autor do crime vai responder ao inquérito sendo realizado pela polícia, que inclui os maus tratos ao cachorro e ao cavalo. De acordo com a Lei de Crimes Ambientais, alterada em novembro de 2020, a pena máxima pelo crime é de cinco anos.

*Sob a supervisão de Lucas Paraizo

Colunistas