nsc
dc

Mundo Animal

Capivara é removida de lago na Praça do Congresso, no Centro de Criciúma

Mamífero roedor passou a noite na água e só foi capturado na manhã desta sexta-feira

27/12/2019 - 11h05 - Atualizada em: 27/12/2019 - 11h14

Compartilhe

Lariane
Por Lariane Cagnini
capivara
Mamífero estava na Praça do Congresso
(Foto: )

Uma capivara foi removida do lago da Praça do Congresso, em Criciúma, na manhã desta sexta-feira. A visitante, nada habitual, foi vista pela primeira vez na quinta, porém não foi possível tirá-la da água. Ela passou a noite ali, e na manhã desta sexta-feira, Corpo de Bombeiros e funcionários da Fundação Municipal de Meio Ambiente (Famcri) conseguiram capturar o animal.

Visitante inusitado

Capivara é encontrada na praça do Congresso

A Polícia Militar acionou a Famcri na noite de quinta-feira, por volta das 23h, e informou que havia uma capivara dentro do lago. A captura do animal começou por volta das 8h e levou toda a manhã. A Fundação ainda não sabe dizer se foi alguém que soltou o animal ou se ele foi sozinho até o local.

Segundo a presidente da Famcri, Anequésselen Bittencourt Fortunato, a capivara será solta em um local apropriado, que ainda não foi definido. Em casos como esse, os órgãos de meio ambiente devem ser acionados. Em Criciúma, o contato da Famcri é o telefone (48) 3445.8811 e funciona 24 horas, inclusive domingos e feriados.

Há pouco mais de dois anos, uma operação semelhante que durou quase sete horas resgatou uma tartaruga Verde, animal marinho ameaçado de extinção, no mesmo lago. O animal juvenil, com cerca de 50 centímetros e três quilos, foi levado por pesquisadores do Projeto Tamar, de Florianópolis, mas morreu algumas semanas depois.

Colunistas