nsc
dc

Manifestação

"Carrasco" da Ku Klux Klan "mata" comunistas em ato pró-Bolsonaro no RS

O homem fantasiado pedia o fim do comunismo; outros manifestantes se mostraram indignados com a decisão do STF sobre o ex-presidente Lula

22/04/2021 - 17h02 - Atualizada em: 22/04/2021 - 17h04

Compartilhe

Por Metrópoles
ato pró-Bolsonaro em Porto Alegre, RS
Ato pró-Bolsonaro foi realizado nesta quinta-feira em Porto Alegre
(Foto: )

Durante um ato a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em Porto Alegre (RS), nesta quarta-feira (21), além de pessoas desrespeitando as medidas contra o novo coronavírus, algo chamou muita atenção: um defensor do presidente apareceu vestido como carrasco da Ku Klux Klan – movimento que unia grupos reacionários nos EUA sob a bandeira da supremacia branca – e simulava o enforcamento de “comunistas”. 

No vídeo em que aparece um boneco “enforcado”, o “carrasco” ainda gritava: “O que viemos fazer aqui hoje gente? Viemos acabar com o comunismo”. 

Os manifestantes também se mostraram indignados com a decisão do STF em devolver os direitos políticos de Lula e entoavam gritos a Bolsonaro. Outros manifestantes carregavam bandeiras do Brasil e algumas pediram intervenção militar.

*Por Nathalia Kuhl

Leia mais no Metrópoles, parceiro do NSC Total.

Leia também

Carlos Bolsonaro confunde LGPD com LGBT e rebate crítica: “Mentirosos”

Pastor mandou matar esposa em Itajaí para ficar com a amante, diz polícia

Ondas causadas pela Tempestade Potira assustam no Litoral de SC; veja imagens

Colunistas