nsc
dc

Covid-19

Catarinenses que estiveram nos EUA com Bolsonaro estão isolados e aguardam testes do coronavírus

Políticos e empresários tiveram contato com casos confirmados da doença durante a viagem

13/03/2020 - 14h07 - Atualizada em: 13/03/2020 - 19h10

Compartilhe

Lucas
Por Lucas Paraizo
Coronavirus Bolsonaro
Mário Cezar Aguiar (na direita), presidente da Fiesc, ao lado de Bolsonaro em evento nos Estados Unidos
(Foto: )

Além do presidente Jair Bolsonaro, que já confirmou não ter contraído o novo coronavírus, vários outros políticos e empresários que estiveram na comitiva do governo brasileiros aos Estados Unidos na última semana ainda aguardam o resultado de testes para o Covid-19. É o caso representantes de Santa Catarina que estiveram na viagem e tiveram contato com Fábio Wajngarten, chefe da Secretaria de Comunicação do governo que teve resultado positivo no exame para a doença nesta quinta-feira (12).

O senador Jorginho Mello (PL) afirmou que fez o exame para o coronavírus e aguarda o resultado no fim da tarde desta sexta-feira. Ele está isolado no apartamento. Já o deputado federal Daniel Freitas (PSL), confirmou às 14h30min desta sexta-feira (13) que o resultado do teste para o novo coronavírus foi negativo. Ele estava sendo monitorado em Brasília desde que voltou dos EUA com a comitiva.

> Em site especial, saiba tudo sobre coronavírus

"Ressaltamos ainda que, o Deputado segue sem nenhum sintoma e, mesmo sendo liberado para exercer suas atividades normalmente, Daniel Freitas permanecerá em Brasília por enquanto, mantendo monitoramento e as devidas precauções", disse a assessoria de imprensa do deputado através de uma nota enviada à imprensa.

Um grupo de empresários também acompanhou Bolsonaro na visita, como o presidente da Federação das Industrias do Estado de SC (Fiesc), Mario Cezar de Aguiar. A assessoria de imprensa da Fiesc confirmou que ele fez o exame e disse que Aguiar vai esperar o resultado em isolamento domiciliar. Funcionários da Fiesc que tiveram contato com o presidente da entidade também trabalharam de casa nesta sexta-feira (13). A entidade não tem informações sobre outros empresários que tiveram contato com Aguiar e poderiam também estar em isolamento voluntário.

Presidente da Associação Catarinense de Tecnologia (Acate), o empresário Daniel Leipnitz também esteve na comitiva e falou com a reportagem do Diário Catarinense. Ele disse que nesta quinta-feira (12), a partir da confirmação do caso de Wajngarten, passou a usar máscara nas reuniões que tinha agendado e, à noite, começou um isolamento em casa. Nesta sexta-feira Leipnitz deve fazer o exame para o coronavírus, mesmo sem apresentar sintomas.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Saúde

Colunistas