nsc
dc

Escassez de chuva

Chapecó decreta emergência por causa da estiagem e terá rodízio no abastecimento de água

Situação na barragem de São José, que abastece o município, é considerada crítica

29/01/2020 - 08h08 - Atualizada em: 29/01/2020 - 09h03

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
estiagem em Chapecó
Barragem do Engenho Braun, no Lajeado São José, em setembro do ano passado
(Foto: )

A Prefeitura de Chapecó, no Oeste catarinense, decretou situação de emergência na tarde desta terça-feira (28), motivada pelos baixos níveis dos reservatórios de água que abastecem a cidade, que sofre com estiagem. Um sistema de rodízio no abastecimento deve ser iniciado pela Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan).

— Nós tivemos uma reunião importante com a Casan, que nos notificou dos baixíssimos níveis dos nossos reservatórios, que estão em estado crítico. Só na da data de hoje (terça), a barragem de São José baixou 30 centímetros. Ou seja, a vazão de água que está vindo não comporta o nosso consumo. Então, estamos decretando situação de emergência, não só na cidade, mas também no interior — comunicou o prefeito de Chapecó, Luciano Buligon.

Conforme o gerente da Casan Bruno Eleotero, o esquema de rodízio estava sendo finalizado na tarde desta terça, com a definição dos bairros que seriam afetados. Alguns deles serão abastecidos durante o dia e outros durante a noite. Porém, até esta publicação, ainda não estavam definidos quais locais seriam afetados.

Além de Chapecó, Seara, na mesma região, também decretou situação de emergência por causa da estiagem. O decreto foi assinado na segunda-feira (27).

Leia também

Defesa Civil de SC alerta sobre falsa onda de calor em fevereiro

Crise de abastecimento em SC foi causada por falta de planejamento, diz especialista

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

Colunistas