Um chip de identificação em um cachorro ajudou a Polícia Militar e a Fundação de Amparo ao Meio Ambiente de Bombinhas a encontrar o autor de maus-tratos ao animal nesta segunda-feira (29). O homem teria confirmado informalmente ter abandonado o cão amarrado a uma árvore por não ter condições financeiras de mantê-lo.

Continua depois da publicidade

> Entre no grupo de WhatsApp do Santa e receba notícia do Vale do Itajaí

Segundo a PM, o diretor da Fundação constatou que havia um cachorro amarrado a uma árvore de uma rua do bairro Zimbros. Com as informações que constavam no chip inserido no animal, o profissional identificou o dono dele e acionou os policiais.

O homem de 31 anos não quis se manifestar no boletim de ocorrência, mas informalmente contou que abandonou o cão amarrado porque estava passando por dificuldades financeiras. Ele afirmou ter tentado doar o animal, mas sem sucesso.

Ele foi preso em flagrante e levado à delegacia de Porto Belo, já que a prática configura maus-tratos. O cachorro ficou sob os cuidados da Fundação de Amparo ao Meio Ambiente.

Continua depois da publicidade

Leia também

O drama do homem que passou 35 dias preso por engano em SC: “Perdi minha dignidade”

A história das mães que tentam recuperar a guarda dos filhos encaminhados à adoção em Santa Catarina

Pedreiro vai buscar cesta básica, acha carteira com R$ 12 mil e devolve ao dono em SC

Destaques do NSC Total