Mario Jorge Lobo Zagallo foi sepultado na tarde deste domingo (7), no Rio de Janeiro. Cerca de 100 pessoas, incluindo o pentacampeão Cafú, acompanharam o cerimonial de despedida no cemitério São João Batista. O tetracampeão mundial pela Seleção Brasileira morreu na madrugada da última sexta-feira (6), aos 92 anos. As informações são do ge

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

O corpo de Zagallo foi levado ao cemitério por um caminhão dos bombeiros. Bandeiras da Fifa, Conmebol e da CBF estavam no caixão. O velório aconteceu na Barra da Tijuca, no museu da CBF, e foi aberto ao público. Personalidades do futebol como Bebeto e Jorginho, por exemplo, estiveram no local. Além de Cafú, que também participou do sepultamento. 

O presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), enviou uma coroa de flores a Zagallo, assim como diversas pessoas ligadas ao esporte. O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, decretou luto oficial de sete dias no futebol brasileiro em homenagem ao ex-jogador. Por causa da morte de Zagallo, a entidade também decretou um minuto de silêncio em todas as partidas da primeira rodada das Eliminatórias da Copa do Nordeste, que começa neste sábado. 

Relembre as principais conquistas de Zagallo no futebol

Continua depois da publicidade

Alagoano, nascido em 9 de agosto de 1931, Zagallo e sua família migraram para o Rio de Janeiro quando ele tinha apenas oito meses. Na carreira profissional, Zagallo passou pelo Botafogo em quatro oportunidades, Flamengo por três vezes, Vasco, duas vezes, além de Fluminense, Al-Hilal, Bangu e Portuguesa. Dirigiu ainda as seleções do Kuwait, Arábia Saudita e Emirados Árabes.

Leia também

Estudantes da USP ficam sem show de MC Bin Laden por conta do BBB 24

Líderes do 8 de janeiro em SC incluem de pastor de Blumenau a “Fátima de Tubarão”

BBB 24: Familiares e amigos do catarinense Maycon falam sobre expectativa para o reality

Destaques do NSC Total