nsc
dc

Benefício

Como baixar o aplicativo da Caixa e se cadastrar para receber o auxílio de R$ 600 do governo federal

Auxílio emergencial durante a pandemia do coronavírus começa a ser pago no dia 9 de abril

07/04/2020 - 15h33 - Atualizada em: 07/04/2020 - 21h53

Compartilhe

Lucas
Por Lucas Paraizo
App Auxilio emergencial
App Auxilio emergencial
(Foto: )

Trabalhadores informais não inscritos em programas sociais podem baixar o aplicativo "CAIXA | Auxílio Emergencial" para se cadastrarem no sistema do governo federal e receberem a renda básica emergencial de R$ 600, aprovada para ajudar a população sem emprego fixo durante a pandemia do novo coronavírus.

> Governo começa a pagar auxílio emergencial na quinta; veja calendário

O cadastro no aplicativo é necessário somente para quem não está nos registros de outros programas sociais e nunca foi inscrito no Cadastro Único (CadÚnico) do governo federal.

O aplicativo está disponível para Android e iPhone.

Clique aqui para baixar o aplicativo para Android.

Clique aqui para baixar o aplicativo para iPhone.

Após fazer o cadastro com os dados pessoais no aplicativo, o cidadão pode acompanhar o andamento da solicitação e ver se terá acesso ao auxílio emergencial. A expectativa do governo federal é que o pagamento seja feito em até cinco dias úteis depois do cadastro.

Além do aplicativo, o cadastro também pode ser feito pelo site:

Clique aqui para fazer o cadastro.

Quem tiver dúvidas sobre o funcionamento pode ligar para o número 111, que foi aberto pela Caixa Econômica para esclarecer questões sobre o auxílio emergencial.

> Como saber se seu CPF está irregular

Quem contribui para a Previdência como autônomo ou como microempreendedor individual (MEI) já teve o nome processado pela Caixa Econômica e está automaticamente apto a receber o benefício emergencial. Quem recebe Bolsa Família também já está no sistema e não precisa se cadastrar.

> Em site especial, saiba tudo sobre o coronavírus

> Painel do Coronavírus mostra os casos confirmados no Estado e escalada de mortes no país

Colunistas