Balneário Camboriú vai receber pela primeira vez a visita do “navio-residência” The World. Mas se você pensou que estamos falando de um cruzeiro cheio de turistas, se enganou. Para quem não conhecia a expressão, ela se refere à moradia privada de um grupo seleto de milionários de vários países que desembolsaram cifras astronômicas para comprar um “apartamento” na embarcação.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Itajaí e região por WhatsApp

O The World deve chegar a Balneário Camboriú na manhã de 6 de fevereiro com 200 passageiros e 150 tripulantes a bordo. A previsão é que fiquem na cidade até a noite seguinte. Essa será a segunda passagem por Santa Catarina. Em 2018, o navio-residência esteve em Porto Belo e Itajaí. Os itinerários do condomínio flutuante, inclusive, são escolhidos pelos próprios proprietários do barco.

A Forbes mostrou no começo desse ano que os donos do luxuoso navio são super-ricos de 19 países diferentes. Para comprar um “apartamento” é preciso desembolsar entre R$ 13 milhões e R$ 78 milhões, mais os custos anuais de manutenção. Isso dá uma ideia do poder aquisitivo dos futuros visitantes. Nem todos moram efetivamente na embarcação, mas tem, sim, quem vive a bordo integralmente.

Imagens de divulgação do The World mostram a sofisticação dos espaços, que vão desde estúdios de 30 metros quadrados a apartamentos de três quartos com 310 metros quadrados. A decoração pode ser personalizada pelo proprietário. O navio é o primeiro e maior na categoria residencial privado do mundo e está em operação desde 2002. De lá para cá, já passou por mais de 120 países.

Continua depois da publicidade

Veja fotos do The World, o navio-residência

Leia mais

Alpinistas se penduram a 280 metros para serviço no prédio “do Neymar” em Balneário Camboriú

Parque dos Dinossauros em Balneário Camboriú abre as portas; veja preços e fotos

Destaques do NSC Total