nsc
nsc

Morar Bem

Como escolher um modelo de sofá ideal

Tamanho, tecidos e cores são definidas de acordo com cada ambiente; confira as dicas de uma especialista

30/11/2021 - 15h44

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
morar bem
Espaço projetado pela designer Caroline Von Jelita
(Foto: )

Responsável por deixar o ambiente mais aconchegante e onde passamos a maior parte do tempo nos lares, o sofá precisa ser selecionado com atenção. A escolha perfeita precisa ser planejada e, além disso, as alternativas vão desde o tamanho, tecido e cores. 

O primeiro passo é decidir o tamanho. Se a sala for pequena, a dica é optar por modelos entre 90cm e 1m de profundidade. Além disso, se possível, escolha sofás com linhas retas, e fuja daqueles com pontas arredondadas e muito almofadadas. Vale lembrar que sofás com pés aparentes trazem uma sensação de leveza para o ambiente.

Outra dica é sempre medir a parede no qual ele será colocado. Se for menor que 2,5 metros, o sofá precisa ser de dois lugares. Se você está de olho em um no formato “L”, é importante verificar o layout da sala e verificar se não irá atrapalhar a circulação.

Como escolher os tecidos

A designer de interiores Caroline Von Jelita destaca que o segredo da escolha ideal está, também, na definição do tecido. Couro sintético, linho, suede e sarja. São diversos tecidos oferecidos, mas é necessário sempre verificar a sua realidade. 

— Se a pessoa procura um sofá com maior durabilidade, um conforto térmico, que tenha elegância e seja atemporal, o mais indicado é o linho. Ele reúne como poucos a questão de qualidade e beleza — destaca Caroline. 

Já o couro é um dos tecidos mais nobres. Considerado um tecido de fácil manutenção, o couro conta com diversos benefícios: o material não concentra calor e sua temperatura se adapta a temperatura do corpo humano, o material é impermeável, o que faz durar bastante tempo.

No tecido de sarja, além de ser uma das opções mais baratas do mercado, você encontrará um conforto térmico e uma maior facilidade de limpeza. Mas tome cuidado, essa opção pode trazer uma aparência mais pesada para o ambiente.

Para quem tem crianças e animais em casa, os tecidos em suede são contra-indicados. Apesar de sua maciez e conforto, é uma opção que absorve muitos líquidos e mancha com facilidade. Neste caso, o mais indicado são os tecidos de couro, linho e sarja. 

— Porém, ainda assim, é recomendado que você faça a higienização e blindagem do seu estofado pelo menos uma vez ao ano, garantindo a durabilidade do seu produto — ressalta a designer.

morar bem
Espaço projetado pela designer Caroline Von Jelita
(Foto: )

Escolha tons neutros

É necessário sempre ter em mente que as cores neutras e claras, como off white, caramelo, cinza claro e bege, são as melhores opções. Caso queira colocar uma cor no seu ambiente, opte por colocar cores em almofadas, mantas e até em um puff para compor com o seu sofá.

— Vale lembrar que as cores claras trazem a sensação de amplitude pro local. E você poderá também fazer um tom sobre tom com o estofado — enfatiza.

Colunistas