Três comportas da barragem de Taió foram abertas nesta quarta-feira (11) depois de um apelo feito ao governo do Estado pelo prefeito da cidade, Alexandre Purnhagen. Em vídeo publicado nas redes sociais, o mandatário pediu pela ação, que possibilita o escoamento mais rápido da água que castiga o município desde o fim de semana. A pequena cidade do Alto Vale enfrenta a pior enchente da história.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região por WhatsApp

Um vídeo publicado nas redes sociais mostrou o trecho de uma conversa entre o prefeito e o coordenador de monitoramento e alerta da Defesa Civil de Santa Catarina, Frederico Rudolf. Purnhagen ressaltou que praticamente toda a cidade continuava debaixo d’água pelo terceiro dia seguido.

— O povo taioense está no limite. Revejam isso, por favor, é importantíssimo — disse.

Como fazer doações para os atingidos pelas fortes chuvas em Taió

Continua depois da publicidade

Durante o diálogo, Rudolf explicou que as aberturas das comportas são decididas tecnicamente para minimizar as inundações nas cidades do Alto Vale que são afetadas pela barragem. No caso de Taió, a água liberada tem impacto direto em Rio do Oeste, Laurentino e Rio do Sul. No momento da chamada, apenas uma das sete comportas de Taió estava aberta.

Na madrugada, o governador Jorginho Mello informou via redes sociais que após conversar com o prefeito determinou a abertura das comportas de forma gradativa.

Rio do Sul adota toque de recolher para evitar furtos em casas atingidas por enchente

Nesta quarta, conforme a atualização das 8h, quatro das sete comportas de Taió estavam abertas. O nível de ocupação da estrutura estava em 100%, o mesmo de Ituporanga, que tem duas das cinco comportas abertas.

Com a operação, o nível do rio estabilizou em Rio do Sul no começo da manhã, mas voltou a cair às 8h. A cidade ainda está em situação de enchente, com a altura da água em 10,11 metros. Em Taió, na medição do mesmo horário, a régua indicava 10.37 metros, quase dois a menos que o pico atingido na segunda-feira (9).

Continua depois da publicidade

Enchente no Alto Vale

Rio do Sul e Taió são as cidades do Alto Vale mais impactadas com a cheia deste mês. Taió atingiu a marca histórica de 12,11 metros, superando o registrado na enchente de 2011 e 1983. O aumento no nível do rio pegou os moradores de surpresa entre a noite de domingo (8) e a madrugada desta segunda-feira (9). Isto porque a água passou a atingir o segundo piso dos imóveis. O comércio, por exemplo, deve ter prejuízos além do esperado.

As ruas na área central de Rio do Sul, no Alto Vale do Itajaí, viraram rios. O nível da água ultrapassou os 10 metros — índice que não era registrado desde 2017. Mais de mil pessoas buscaram abrigos montados pela prefeitura.

Leia mais

Rio Itajaí-Açu ultrapassa 10 metros e enchente transforma ruas em Rio do Sul

Destaques do NSC Total