nsc

publicidade

Sul da Ilha

Condições do mar dificultam buscas por turista ucraniano desaparecido em Florianópolis

Trabalho de salvamento do homem já dura mais de 72 horas, de acordo com os Bombeiros

18/03/2019 - 15h57 - Atualizada em: 18/03/2019 - 18h15

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Homem caiu na água e não foi mais visto desde então
Homem caiu na água e não foi mais visto desde então
(Foto: )

As condições do mar na região da praia da Lagoinha do Leste, em Florianópolis, estão dificultando o trabalho dos bombeiros que atuam nas buscas por um turista ucraniano que sumiu no local. Vladyslav Shulzhenko está desaparecido desde as 15h de sábado (16), quando caiu na água e não foi mais visto desde então.

A namorada dele, Anastácia Scholvhenko, de 26 anos, também caiu na água, mas foi socorrida pelos bombeiros. Ela foi encontrada com uma boia, perto do costão que existe próximo à praia. Ela estava com grau de afogamento 3, numa escala que varia de 1 a 6, sendo o grau mais alto quando o paciente já se encontra com parada cardiorrespiratória. A mulher foi socorrida e levada ao Hospital Universitário, em Florianópolis. Ela ficou na UTI até o domingo e depois foi transferida para a enfermaria. Nesta segunda, recebeu alta.

De acordo com o tenente André, do Grupo de Busca e Salvamento do Corpo de Bombeiros, as buscas estão sendo realizadas com o auxílio de um drone, motos aquáticas e também de um helicóptero, que tem sobrevoado a região. Entretanto, o mar agitado impede que as motos se aproximem da área das pedras. Além disso, a espuma formada pela água do mar dificulta a visão de quem observa a área de cima.

O tenente diz que a embaixada ucraniana no Brasil já foi informada sobre o caso. O órgão diplomático está acompanhando o trabalho dos bombeiros catarinenses.

Deixe seu comentário:

publicidade