Uma confusão que aconteceu durante o fim de semana terminou dois duas pessoas baleadas e dois presos em Garuva, cidade do Norte catarinense. Quando os policiais chegaram ao local, já perto da meia-noite de sábado (12) para domingo (13), havia bastante tumulto, gritaria e pessoas em estado de choque. Os agentes descreveram o caso como “situação completamente caótica”.

Continua depois da publicidade

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

O fato aconteceu em uma distribuidora de bebidas, que fica anexa ao terminal rodoviário. No estabelecimento, os agentes encontraram dois homens desacordados e cobertos de sangue caídos no chão e outros dois cercados por um grupo de 15 pessoas. Eles estavam feridos e foram apontados como os responsáveis pelo início da confusão e também pelos tiros.

Testemunhas relataram que um dos suspeitos teria tentado forçar uma jovem a entrar no carro, enquanto que as vítimas Lucas e Vinicius teriam tentado impedir a ação, foi quando a briga que resultou em disparos teve início. Amigos e familiares dos jovens confirmaram esta mesma versão nas redes sociais.

Quando questionados, no entanto, os dois suspeitos negaram envolvimento na tentativa de homicídio e um deles até argumentou que estava apenas bebendo com o amigo. Posteriormente, uma arma foi encontrada escondida dentro de um vaso de plantas da distribuidora, ao qual um dos homens disse que foi posta ali a fim de incriminá-los.

Continua depois da publicidade

Demais pessoas que teriam presenciado a cena, entretanto, argumentaram que os homens estariam mentindo e, para evitar que fossem linchados, os policiais os colocaram dentro da viatura.

Vinicius foi baleado no pescoço, já Lucas levou um tiro na barriga. Ambos foram socorridos e estão internados no hospital São José, de Joinville. O estado de saúde de ambos é crítico. Já a jovem que teria sido forçada a entrar no veículo não foi encontrada no local e, portanto, ainda não foi ouvida pela polícia.

Os agentes ainda tentaram analisar as câmeras de segurança instaladas próximas ao endereço. Mas, a princípio, a única filmagem que tinha era somente da área interna da distribuidora de bebidas, que não registrou a cena, apenas o barulho dos tiros.

Os suspeitos foram encaminhados para a delegacia em Joinville e, agora, a Polícia Civil deve investigar o caso.

Continua depois da publicidade

Leia também

Motorista é arremessada e morre após batida de frente entre carros em Araquari

Homem é morto por assassino misterioso em banheiro de bailão em SC

Motorista de ambulância é preso em SC por desviar e vender combustível da prefeitura

Destaques do NSC Total