nsc
    dc

    Copinha

    Copa SC 2019: Brusque vence Marcílio Dias no jogo de ida da final

    Em Brusque, no Augusto Bauer, time da casa vence por 2 a 1

    17/11/2019 - 17h57

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    Brusque 2 x 1 Marcílio Dias: Moisés comemora primeiro gol da final da Copa SC 2019
    Brusque 2 x 1 Marcílio Dias: Moisés comemora primeiro gol da final da Copa SC 2019
    (Foto: )

    O Brusque venceu o Marcílio Dias no primeiro jogo da final da Copa SC 2019. Neste domingo, no estádio Augusto Bauer, o time da casa fez 2 a 1 sobre o Marinheiro e largou em vantagem na disputa pela taça e a vaga na Copa do Brasil 2020. Os gols foram todos anotados no segundo tempo, com o time da casa jogando com a menos desde a expulsão do zagueiro Neguette, no final da etapa inicial.

    Diante de 2.706 torcedores, Moisés abriu o placar aos 10 da etapa segunda e o Brusque ampliou nos acréscimos com Thiago Alagoano. Logo depois, de pênalti, o Marcílio Dias diminuiu com David Batista. Foi o terceiro jogo entre os dois times nessa Copa SC 2019, e a terceira vitória brusquense. O Marinheiro perdeu apenas duas partidas das 14 na primeira fase, no turno e returno para o próprio Brusque.

    O jogo de volta está marcado para as 16h do próximo domingo, no estádio Dr. Hercílio Luz, em Itajaí. O Brusque pode conquistar a Copa SC pela quinta vez em caso de empate. O Marcílio Dias precisa vencer por pelo menos dois gols para ser campeão. Triunfo rubro-anil por apenas o gol leva a definição da Copa SC 2019 para os pênaltis.

    O jogo

    O Marcílio Dias começou melhor, com mais posse de bola e presença no campo de ataque. No entanto, foi o Brusque que criou a primeira boa chance da partida. Robert recebeu na frente, e ao virar para bater para o gol foi travado pelo zagueiro Magrão, aos 20. O lance fez o time da casa se adiantar, ter mais volume e equilibrar as ações.

    O Marinheiro chegou bem aos 32. Pitty recebeu na frente, dentro da área, e bateu cruzado. Zé Carlos fechou no primeiro pau e rebateu o arremate. Antes do final da primeira etapa, o Brusque passou a jogar com um a menos. Foi quando o atacante marcislista Pitty partiu sozinho em direção ao gol e foi parado com falta por Neguette, antes de entrar na área. Cartão vermelho direto para o zagueiro do time brusquense,

    O time da casa voltou do intervalo recompôs o sistema defensivo com a saída do atacante Robert e entrada de Everton Alemão, zagueiro. O segundo tempo começou com o Marcílio Dias ofensivo. Destaque do primeiro tempo, Pitty se livrou da marcação na intermediária, avançou e botou Lauder, que havia entrado instantes antes, de cara com Zé Carlos. Ele bateu de lado e o goleiro pegou, aos três.

    Três minutos depois, Anderson Ligeiro ganhou dividida no meio, deu uma meia lua para deixar um marcador para trás e entrar da área. Bateu cruzado e Zé Carlos voou para espalmar para fora. Com um a menos, o Brusque ficou limitado à bola parada, mas não foi problema. Aos 10, Airton bateu escanteio e Moisés subiu mais que todo mundo para abrir o placar: 1 a 0 para o time da casa.

    O lance animou o Marreco, que aos 13 quase ampliou a vantagem. Bambam recebeu no meio, correu em direção ao gol se livrando dos marcadores e mandou o chute forte que passou rente ao poste esquerdo de Vitor Prada. O Marcílio Dias se refez do susto e voltou a exercer domínio - e a desperdiçar chances. Assim, nos acréscimos, o Brusque ampliou. Depois de saída de bola errada, Rodolfo tomou a bola, foi na cara de Vitor Prada e bateu para grande defesa do goleiro. Mas no rebote, Thiago Alagoano apareceu para aumentar, aos 46.

    No minuto seguinte, o Marcílio Dias teve uma penalidade a seu favor. David Batista bateu, descontou aos 50 minutos do segundo tempo e deu números finais: Brusque 2 x 1 Marcílio Dias.

    Leia mais notícias sobre a Copa SC 2019 no NSC Total.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas