nsc
dc

Pandemia

Coronavírus: Brasil registra mais 204 mortes nesta terça, maior quantidade em um dia

Total de óbitos chega a 1.532, segundo dados atualizados pelo Ministério da Saúde

14/04/2020 - 16h03 - Atualizada em: 14/04/2020 - 19h16

Compartilhe

João Lucas
Por João Lucas Cardoso
Coronavírus: Brasil tem maior quantidade de mortes em um único dia desde início da pandemia
Coronavírus: Brasil tem maior quantidade de mortes em um único dia desde início da pandemia
(Foto: )

O coronavírus matou 204 pessoas em um dia, segundo dados divulgados nesta terça-feira (14) pelo Ministério da Saúde. É o maior número de óbitos em um intervalo de 24 horas desde o início da pandemia em território brasileiro. Com a atualização, a quantidade de óbitos pela covid-19 no País chega a 1.532.

​​​> Em site especial, saiba tudo sobre coronavírus

De um dia para outro, de acordo com o informe do Ministério da Saúde, a quantidade de novos casos positivos é de 1.832 nesta terça - aumento de 8%. Em relação aos pacientes que testaram positivo para a covid-19, o maior número no intervalo de 24 horas foi registrado na quarta-feira passada (6), com 2.154. O total de positivados para o novo coronavírus nesta terça (14) é de 25.262.

Até então, os maiores números de mortes diárias pela covid-19 foram registrados há uma semana, com pouco mais de 130 seja na quarta e na quinta-feira passadas. Nesta terça (14), foram 204, conforme dados do ministério - aumento de 15% de um dia para outro. A taxa de letalidade no Brasil também aumentou. Neste momento, 6,1% dos pacientes não resistiram, enquanto no dia anterior era de 5,6%.

Após a divulgação dos dados e de entrevistas coletivas, o Ministério da Saúde divulgou pela primeira vez o número de pacientes curados. São 14.026 recuperados enquanto há outros 9.704 pacientes internados em hospitais. Antes, o ministro Luiz Henrique Mandetta havia informado que a quantidade de recuperados é considerado deficitário por conta dos problemas de notificações e principalmente de realização de testes

- Há muita subnotificação de casos que tiveram evolução. Os que tiveram a doença há mais de 14 dias, em tese, ou está curado ou foi à óbito. Acho que pode ter mais de 14 mil, mas tem subnotificação e também os assintomáticos, que não demonstram nada. A grande maioria das pessoas vai ter uma gripe, vai se medicar com medicamentos utilizados para gripe e vai estará recuperado, criou anticorpos e nem soube que esteve infectado - explicou Mandetta.

Coronavírus por estados

São Paulo é o estado com maior quantidade de casos positivos e mortes no Brasil. Desde o início da pandemia até os dados das 14h desta terça-feira, divulgados pelo Ministério da Saúde, foram 9.371 pacientes que testaram positivo para covid-19 e 695 pessoas que morreram por causa do vírus.

O Rio de Janeiro acumula 224 óbitos pelo novo coronavírus e tem 3.410 positivados - entre eles o governador Wilson Witzel, que anunciou estar infectado nesta terça. O terceiro estado é o Ceará, que soma 2.005 casos e 107 óbitos. Somente um estado do Brasil não tem morte pelo coronavírus informada, Tocantins.

Santa Catarina é o sétimo estado do Brasil em número de casos confirmados. com 826 pacientes que testaram infecção pelo novo coronavírus. Com 26 óbitos, SC é o nono estado em quantidade de mortes no País. Também da Região Sul, Paraná tem 791 positivados e 36 falecidos pela doença, enquanto Rio Grande do Sul tem 700 e 18, respectivamente.

Colunistas