nsc
    santa

    VALE DO ITAJAÍ

    Coronavírus: Brusque restringe acesso de veículos e colocará barreiras nos limites da cidade

    Medida é semelhante à adotada por Balneário Camboriú e deve ser colocada em prática nesta sexta-feira (20)

    20/03/2020 - 07h41

    Compartilhe

    Augusto
    Por Augusto Ittner
    ­
    (Foto: )

    A prefeitura de Brusque vai restringir o acesso de veículos à cidade e abordar todos aqueles que pretendem entrar no município. O decreto assinado pelo prefeito Jonas Paegle na noite desta quinta-feira (19) prevê a instalação de barreiras fixas e móveis onde será feito esse controle, que prevê também a checagem do estado de saúde dos ocupantes.

    > Em site especial, saiba tudo sobre o novo coronavírus

    Essa medida é semelhante à adotada em Balneário Camboriú, e será colocada em prática em conjunto entre Polícia Militar, Secretaria de Obras, Secretaria de Saúde, Defesa Civil e Guarda de Trânsito. Serão fechadas a Rodovia Gentil Batisti Archer, na entrada do bairro Zantão, a Rodovia Ivo Silveira, em frente à Embrex, e a Rodovia Antônio Heil, em frente à Uvel. A prefeitura diz que outras vias secundárias também terão barreiras.

    O documento assinado pelo prefeito Paegle é válido por 10 dias e prevê que a restrição seja mais dura com veículos que não sejam de Brusque, ou que venham de cidades onde já foi confirmada a contaminação comunitária. Veículos de transporte por aplicativo em que o passageiro confirmar residência em Brusque, Guabiruba ou Botuverá e que os ocupantes não tenham sintomas também serão liberados, assim como caminhões e carros que transportem alimentos, medicamentos, e itens considerados essenciais.

    — Sabemos que é uma decisão dura, mas a grande preocupação no momento é fazer com que a nossa população sinta a necessidade do isolamento. A população precisa se conscientizar que estamos em um momento crítico, e no momento mais importante para que a transmissão do vírus não aconteça como ocorreu na Itália, onde somente hoje mais de 400 pessoas morreram — aponta Humberto Martins Fornari, secretário de Saúde de Brusque.

    Colunistas