nsc
    an

    Saúde

    Coronavírus em Joinville: alterados prazos para retirada de medicamentos em unidades da cidade

    Secretaria da Saúde divulgou novos prazos para retirada em unidades de saúde, Farmácia Escola e estabelecimentos do Programa Farmácia Popular do Brasil

    21/03/2020 - 08h35

    Compartilhe

    Patrícia
    Por Patrícia Della Justina
    medicamentos
    (Foto: )

    Com intuito de reduzir a frequência de ida às unidades e a circulação de pessoas na ruas, a Secretaria da Saúde de Joinville emitiu nota técnica, na última sexta-feira (20), sobre a distribuição de medicamento em Joinville. Fazem parte da redistribuição as unidades de saúde, Farmácia Escola e estabelecimentos do Programa Farmácia Popular do Brasil. A medida vale para o período de enfrentamento à disseminação do coronavírus.

    > Em site especial, saiba tudo sobre coronavírus

    Conforme definição, farmácias e dispensários das Unidades Básicas de Saúde devem entregar os medicamentos destinados ao tratamento de doenças crônicas em quantitativo para 60 dias, em vez dos 30 dias habituais.

    Outra orientação é voltada aos pacientes idosos, imunossuprimidos/imunodeprimidos e gestantes: é solicitado que autorizem outra pessoa a retirar os medicamentos. Neste caso, deve ser apresentado receita médica, documento de identificação do usuário e documento da pessoa que está retirando o medicamento.

    Para a Farmácia Escola, estão suspensas as aberturas de novos processos pelos próximos 30 dias, com exceção para pacientes transplantados, com hipertensão arterial pulmonar, anemia na doença renal crônica, disfagia e casos de urgência para o uso de imunoglobulina humana.

    Os prazos das renovações, adequações e documentações serão prorrogados automaticamente por mais três meses consecutivos, sem necessidade de novos documentos.

    A nota técnica também define mudanças para estabelecimentos do Programa Farmácia Popular do Brasil alterando a periodicidade do prazo de entrega para até 90 dias em relação a todos os princípios ativos e às fraldas.

    O documento orienta ainda que ser evitado o uso de medicamentos sem orientação profissional.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas