nsc
    an

    Prevenção

    Coronavírus: Itapoá monta barreiras para restringir entrada de pessoas

    Restrição nos acessos da cidade vale para veículos ou ocupantes de cidades onde há transmissão comunitária do vírus 

    19/03/2020 - 15h06

    Compartilhe

    Hassan
    Por Hassan Farias
    Acessos à Itapoá estão restringidos após decreto municipal
    Acessos à Itapoá estão restringidos após decreto municipal
    (Foto: )

    A prefeitura de Itapoá publicou decreto determinando a presença de barreiras fixas e móveis nas vias de acesso ao município por um período de dez dias. A decisão leva em consideração o aumento na população da cidade, o que aumenta o risco de proliferação do coronavírus e sobrecarrega os serviços de saúde, de acordo com o texto do decreto.

    ​​> Em site especial, saiba tudo sobre coronavírus

    As barreiras serão montadas nesta quinta-feira (19) na Estrada Cornelsen, SC-416 (acesso ao porto) e Estrada da Vila da Glória. Elas passarão a ser usadas a partir da manhã desta sexta-feira (20) e monitoradas peça Secretaria de Saúde e Secretaria de Segurança Pública e Trânsito. Os agentes vão fazer a verificação do estado de saúde, orientação, prevenção e restrição aos ocupantes do veículo.

    Estarão proibidos de entrar em Itapoá os veículos com registro de licenciamento ou ocupantes provenientes de cidades onde há confirmações de contaminação comunitária pelo vírus Covid-19. Segundo a Secretaria de Saúde de Santa Catarina, sanitariamente o Estado não trata a transmissão comunitária por município, apenas por região. No momento, apenas a região Sul do Estado é considerada como foco de transmissão comunitária.

    Os veículos que tiverem licenciamento de outros municípios e que o motorista comprovar residência em Itapoá poderá acessar à cidade. O mesmo acontece com veículos de transporte remunerado por aplicativo em que o passageiro comprove residência no município, assim como veículos de transporte de gêneros alimentícios, medicinais e outros de caráter essencial.

    Segundo o decreto, também “fica autorizado a autoridade administrativa a efetuar avaliação das exceções não previstas (...), permitindo a entrada de veículos de acordo com o interesse público.” No mesmo decreto, a prefeitura também limitou a venda de álcool em gel a duas unidades de cada produto por CPF e uma unidade se a embalagem for acima de um litro.

    Leia mais: tire suas dúvidas sobre sintomas, tratamento e como prevenir

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas