nsc
    an

    Coronavírus

    Coronavírus: Jaraguá do Sul restringe horários de funcionamento de bares e restaurantes em decreto

    Documento foi assinado após a Polícia Militar flagrar mais uma festa na cidade, desta vez com pelo menos 100 pessoas

    13/05/2020 - 07h00 - Atualizada em: 13/05/2020 - 07h19

    Compartilhe

    Cláudia
    Por Cláudia Morriesen
    foto mostra restaurante
    Estabelecimentos de Jaraguá poderão receber clientes apenas até as 22 horas
    (Foto: )

    Nesta terça-feira (12), o prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli, assinou o decreto 13.857/2020, que estabeleceu horários de funcionamento de restaurantes, bares, lanchonetes, pubs e estabelecimentos congêneres durante a pandemia do Covid-19. De acordo com a Prefeitura de Jaraguá do Sul, o objetivo é reforçar a situação de emergência em Saúde Pública e foi motivado pelo alto número de flagrantes a festas registrados pela Polícia Militar, eventos que desrespeitaram completamente as regras de prevenção necessárias no combate ao coronavírus.

    Leia todas as notícias sobre coronavírus

    Pelo decreto, esses estabelecimentos ficam autorizado a funcionar de segunda a domingo, das 6h às 22 horas. Os estabelecimentos de alimentos que realizam comércio do tipo delivery poderão realizar entregas nos clientes até meia-noite. Já lojas de conveniência anexas a postos de combustíveis, entre as 22h até as 6h, poderão disponibilizar somente o autoatendimento, sem consumo no local. A fiscalização ficará a cargo das equipes de Vigilância Sanitária e das equipes de Segurança Pública.

    Em coletiva de imprensa realizada na manhã de terça-feira, o prefeito Antídio Lunelli citou o flagrante na madrugada de domingo (10), em uma festa no bairro Amizade, onde a polícia militar encontrou pelo menos 100 pessoas. Ao chegarem no local, alguns participantes do evento ainda tentaram incitar os demais a reagirem contra a ação policial. Segundo o comandante da Polícia Militar em Jaraguá do Sul, o tenente-coronel Marcio Leandro Reisdorfer, desde o início do isolamento social, em 18 de março, já chegaram mais de 1.500 denúncias de irregularidades na central.

    — Em relação a festas, elas vêm se repetindo, principalmente nos últimos três finais de semana (em especial neste último, quando foi encontrada uma festa com pelo menos 100 pessoas). A gente tem combatido isso de maneira muito forte. Não vai ficar apenas no termo circunstanciado por desobediência, estamos em contato com o Ministério Público e vamos começar a fazer o relatório técnico operacional e encaminhar pelo Artigo 268 do Código Penal, que fala sobre a propagação de doenças contagiosas — afirmou Reisdorfer.

    Jaraguá do Sul registrou a segunda morte por coronavírus, em caso confirmado pelo Governo do Estado na noite de terça-feira. A vítima era uma mulher de 64 anos, com comorbidade. Ela estava internada na UTI do Hospital São José e faleceu na segunda-feira. Em números da Secretaria de Estado da Saúde, a cidade tem 40 casos confirmados — os dados da prefeitura são mais altos porque há um delay na atualização do registrado estadual. De acordo com o município, 129 pessoas estavam internadas nesta terça-feira por causa da doença.

    Proteção à economia com prioridade à saúde

    Ao assinar o documento que restringe os horários dos estabelecimentos, Lunelli lembrou que sempre defendeu a proteção à saúde em equilíbrio com medidas que evitem um colapso econômico e desemprego, porém, ressaltou que o país e o mundo enfrentam uma pandemia de sérias proporções. O aumento no número de casos em Jaraguá do Sul também foi um dos fatores que motivaram o decreto.

    — Estamos atentos a cada mudança na curva de contágio e vamos tomar todas as medidas necessárias. Essa é uma situação que ninguém gostaria de passar, mas temos que ser firmes e estarmos unidos para sairmos o mais rápido possível dessa crise — disse.

    O secretário Alceu Moretti afirmou que a situação do sistema público de saúde está sob controle graças às medidas adotadas pela Prefeitura desde o início de março, mas lembra que sem o respeito às regras de prevenção pode ocorrer um crescimento rápido da demanda por atendimento.

    — Quando dizemos, se puder fique em casa. Idosos não saiam. Tem que usar máscara. Tem que manter distanciamento. Tem que lavar as mãos a cada hora é porque isso tudo precisa ser feito para proteção da saúde da comunidade — reforçou.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas