nsc
    santa

    Serviço 

    Coronavírus: padarias de Blumenau irão funcionar com algumas restrições

    Entendimento é de que a venda de pães é serviço essencial, mas estabelecimentos irão suspender buffet e atendimento nas mesas 

    18/03/2020 - 14h20

    Compartilhe

    Augusto
    Por Augusto Ittner
    ­
    (Foto: )

    Compra, paga e sai. É assim que devem funcionar as padarias em Blumenau e no Vale do Itajaí durante o período de prevenção para evitar o avanço do novo coronavírus.

    > Em site especial, saiba tudo sobre o novo coronavírus

    Havia uma preocupação das empresas quanto a um possível fechamento dos estabelecimentos por conta do decreto assinado pelo governador Carlos Moisés, porém uma brecha vai permitir que as panificadoras continuem funcionando para atender a população.

    O presidente do Sindicato das Indústrias de Panificação, Confeitaria e Produtos Alimentícios de Blumenau e Região, Ivan Carlos Tonn, diz que a informação será repassada a todos os associados. O objetivo é alinhar com todos para que os estabelecimentos façam a venda rápida de produtos e tenham o contato mais breve possível com todos os clientes.

    – O entendimento é de que a padaria é o comércio essencial, como acontece em enchentes. Atenderemos sem o consumo no local, sem aglomero, para que todos mantenham a qualidade e com uma quantidade limitada de pessoas dentro da loja. Se preciso, fica gente do lado de fora, mas talvez isso nem seja necessário.

    Segundo Tonn, a orientação é para que as padarias foquem somente em prestar o serviço básico para garantir o alimento às pessoas.

    – O cliente vem, escolhe, compra, pega e vai embora. Ninguém vai mais servir almoço, café colonial, e nem atender mesas – finaliza.

    Decreto restringe atividades

    O governo de Santa Catarina decretou situação de emergência em todo o Estado nesta terça-feira (17) por causa da pandemia do novo coronavírus. A medida foi anunciada pelo governador Carlos Moisés da Silva (PSL) em coletiva de imprensa após uma longa reunião com todo o secretariado. A decisão visa conter a propagação do Covid-19, uma vez que Santa Catarina tem registro de transmissão comunitária — quando não é mais possível identificar a origem da contaminação.

    Leia mais

    Coronavírus: sintomas, tratamento e como prevenir

    Coronavírus em SC: acompanhe a evolução da doença no Estado

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas