nsc
an

São Francisco do Sul

Corpo de pescador é identificado no litoral de SC dez anos depois de sumir no CE

Francisco Evonildo da Costa desapareceu no Ceará em 2011

31/05/2022 - 09h52

Compartilhe

Catarina
Por Catarina Duarte
Coleta de material genético já ajudou a 58 pessoas
Coleta de material genético já ajudou a 58 pessoas
(Foto: )

O corpo do pescador Francisco Evonildo da Costa foi identificado em Santa Catarina após 10 anos do registro de seu desaparecimento. A ação foi possível por meio da coleta de DNA da filha de Francisco. A informação genética foi compartilhada em uma base de dados nacional e confrontada com as amostras disponíveis.

Receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

O pescador morava em Aracati, no Litoral do Ceará, quando desapareceu em 2011. O corpo, que só esse ano foi identificado como de Francisco, foi encontrado em 2015 na praia de Itaguaçu, próxima ao município de São Francisco do Sul, no Litoral Norte catarinense.

Na época, a perícia não conseguiu determinar a identificação, mas foram recolhidas amostras genéticas pela Polícia Científica.

A filha de Francisco, Sanny Kelly da Costa, procurou o órgão pericial do Rio Grande do Norte, onde reside atualmente, e foi catalogada no Estado do Ceará, onde a vítima foi vista pela última vez.

Depois a amostra foi inserida no Banco Nacional de Perfis Genéticos (BNPG), para ser confrontada com os materiais compartilhados por outros estados, incluindo restos mortais não identificados.

No último dia 18, o corpo encontrado em Santa Catarina em 2015 foi identificado como o do pescador do Ceará.

A Campanha Nacional de Coleta de DNA de Familiares de Pessoas Desaparecidas já ajudou 58 famílias a identificar o paradeiro de familiares. A meta é reconhecer os mais de 26 mil restos mortais sem identificação no país.

Leia também 

Empresários presos em Joinville financiavam esquema de desmanche de carros, diz polícia

Menina de sete anos é estuprada e degolada pelo padrasto em SC

Busca por criança desaparecida mobiliza cidade em SC: "Estamos vivendo um filme"

Colunistas