nsc
dc

Dinheiro

Correção da tabela do Imposto de Renda isentaria 606 mil contribuintes catarinenses 

Auditora fiscal Roseli Fabrin explica como seria possível essa economia no bolso

31/01/2020 - 14h56 - Atualizada em: 31/01/2020 - 15h04

Compartilhe

Renato
Por Renato Igor
(Foto: )

Se aplicada a correção de 103,8% na tabela do Imposto de Renda (IR), 606.221 contribuintes catarinenses estariam isentos do pagamento em 2020. O número corresponde a quase metade do total de 1,3 milhão de declarações entregues em Santa Catarina no último ano.

A análise, feita pela Delegacia Sindical da Receita Federal em Florianópolis, partiu de um levantamento realizado pelo Sindifisco Nacional, que reúne auditores fiscais da Receita Federal em todo o Brasil e que levou em conta a inflação entre 1996 e 2019.

— A última correção na tabela do Imposto de Renda ocorreu em 2016. Hoje, para ser isento do pagamento do imposto, o contribuinte deve ganhar até R$ 1.903,98 mensais. Aplicada a correção, estaria isento de pagamento aquele que ganha até R$ 3.881,65 — explica Roseli. Em todo o Brasil, a correção da tabela garantiria a isenção para 20 milhões de brasileiros (10 milhões de brasileiros estão isentos pelas regras e tabelas atuais).

Ouça a entrevista completa

Colunistas