nsc
    dc

    publicidade

    Gabriel Nunes

    Criando crianças para o futuro: o que vem por aí? 

    Conheça novos aplicativos e tecnologias que estão mudando a forma como as crianças aprendem 

    01/11/2019 - 10h56

    Compartilhe

    Por Tech SC
    Criando crianças para o futuro: o que vem por aí?
    Criando crianças para o futuro: o que vem por aí?
    (Foto: )
    gabriel
    (Foto: )

    No último sábado aconteceu o Sh*ft Festival em Joinville e um dos painéis que mais houve discussões e interatividades com os participantes foi o "Criando crianças para o futuro", com a participação de Beny Fard, Miguel Cañas, Lygia Veny Casas, Mario Sant'anna e Raquel Baldo. O principal ponto do painel, foi entender como a tecnologia deve fazer parte do cotidiano das crianças. Algo unânime foi que não devemos bloquear 100% o uso da tecnologia, mas tentar entender como usar da melhor forma e também, é claro, não deixar de lado as brincadeiras analógicas.

    Inspirado neste painel, vou trazer algumas tecnologias e aplicativos que estão mudando o jeito que as crianças aprendem. Como é o caso dos brinquedos que ensinam programação. Você já deve ter ouvido que no mercado do trabalho do futuro, todas as profissões devem ter conhecimento de programação, certo? Não podemos afirmar isso, mas já existem alguns brinquedos preparando as crianças para isso. O Robo Wunderkind é um projeto que junta peças semi-prontas com um aplicativo de tablet e é focado para crianças criarem seus primeiros robôs. Também existe a Bitsbox, um clube de assinaturas onde todo mês você recebe um kit com vários jogos que ensinam programação. Já a Kano, é uma startup que cria aplicativos interativos que ensinam as crianças a programarem baseados em filmes como Harry Potter, Star Wars e Frozen.

    Também temos alguns aplicativos surgindo para adolescentes para falar sobre educação sexual, por exemplo, que sabemos que é um tabu. Principalmente nos EUA, onde apenas 24 dos 50 estados possuem essa disciplina nas escolas e poucas exigem que as informações sejam revistas por um médico. Baseado nisso, a Planned Parenthood, lançou o Roo, um chatbot muito fofinho que ensina adolescentes dúvidas sobre o corpo e também sobre sexo, como: "qual a idade certa para transar pela primeira vez?" ou "o que é puberdade?".

    Algo muito importante para se aprender desde cedo é educação financeira, certo? Para resolver este problema, o Greenlight surgiu como um cartão de débito e aplicativo onde os pais podem definir uma mesada e a criança/adolescente pode aprender um pouco mais sobre educação financeira desde cedo.

    Um ponto interessante para se levar em consideração é que os pais têm a responsabilidade de ficarem atentos as novas tecnologias que estão surgindo, para que lidem melhor com essa geração que já nasceu sabendo usar touchscreen como ninguém.

    Leia todos os artigos de Gabriel Nunes

    Deixe seu comentário:

    publicidade

    publicidade

    publicidade

    publicidade