nsc
    dc

    Estadual

    Da Silva marca e salva o Avaí na vitória sobre o Juventus pelo Catarinense 2020 

    Garoto de 20 anos apareceu nos acréscimos para garantir Leão da Ilha mandante nas quartas

    08/03/2020 - 17h12 - Atualizada em: 09/03/2020 - 08h45

    Compartilhe

    João Lucas
    Por João Lucas Cardoso
    Avaí 2 x 1 Juventus: Da Silva comemora gol da vitória na Ressacada
    Avaí 2 x 1 Juventus: Da Silva comemora gol da vitória na Ressacada
    (Foto: )

    CORREÇÃO: Diferentemente do que informou este site das 18h12min de 08/03/2020 até as 9h30min de 09/03/2020, o jogador Da Silva não foi formado na base do Avaí. O texto abaixo foi atualizado.

    Um dos times que mais investiu em jogadores no Catarinense 2020 teve um garoto como protagonista para evitar um tropeço diante da torcida. Da Silva, atacante de 20 anos, marcou o gol da vitória do Avaí por 2 a 1 sobre o Juventus, Gol nos acréscimos para alegrar a maioria dos 6.757 torcedores e garantiu o Leão da Ilha como mandante nas quartas de final do Estadual, e agora na vice-liderança e com chance de terminar na frente.

    O Avaí saiu na frente com Rildo e praticamente parou. O Juventus martelou até terminar o primeiro tempo com o placar empatado. No segundo tempo, com dificuldade para criar, o Leão da Ilha contou com um garoto que saiu do banco para mandar o gol da vitória nos acréscimos, aos 46.

    Com empate do Brusque com o Concórdia e do Marcílio Dias com o Tubarão, o Avaí chegou à segunda colocação, com um ponto a menos que o Marreco. Na última rodada da primeira fase, com todos os jogos marcados para as 16h de domingo, o Avaí a Concórdia enfrentar o Galo do Oeste. Já o Juventus vai estar em Jaraguá do Sul para encarar o Marcílio Dias.

    O jogo

    Deu nem tempo. O Avaí sequer passou sufoco ou afobação nos primeiros movimentos. No sétimo minuto da partida o time da casa já estava na frente, Wesley mandou lançamento certeiro para encontrar Rildo nas costas da marcação. O atacante ficou de frente com Assis, botou de lado e saiu comemorando pelo outro o placar aberto. Aparentemente, Rildo teve auxílio do braço esquerdo para o domínio antes da finalização. A arbitragem não viu.

    O incômodo do Leão da Ilha começou depois. Sem se abater, o Juventus foi para cima em busca do empate, que demorou mas chegou. Aos 14 veio a primeira. Após contragolpe, Itinga acertou o lado de fora da rede depois de deixar Betão para trás e invadir a área. Outra chance grená surgiu aos 20, Capa recuperou uma bola que ia fora mas saiu jogando errado. Túlio Renan tomou e colocou para Itinga finalizar. Frigeri fez uma defesaça para evitar. Quatro minutos depois foi a trave que parou a equipe de Jaraguá do Sul.

    O lateral-esquerdo Luiz Henrique tabelou com Marllon e chutou. A redonda espocou na trave e saiu. Aos 35, Frigeri fez outra defesa importante, desta vez na cabeçada de Itinga que tinha o fundo da rede como endereço. O Avaí esboçou uma melhora indo para frente, mas desperdiçou as oportunidades que teve de ampliar, já com Gastón Rodriguez na vaga de Jonathan, que deixou o campo machucado. Fez falta. Isso porque aos 47 Marcos Moser mandou a cruzada no arco certeiro para a área e, na corrida, Mikael chegou de cabeça antes de Frigeri para botar dentro e igualar o placar: 1 a 1 no primeiro tempo.

    Juventus comemora empate com o Avaí no primeiro tempo
    Juventus comemora empate com o Avaí no primeiro tempo
    (Foto: )

    Na volta do intervalo, seguiu o que foi a etapa inicial. O Juventus era superior e o Avaí em dificuldade para se impor. Ao conseguir controlar o adversário, o Leão da Ilha manteve a posse de bola majoritariamente no campo de defesa e contava com outro atacante. Cansado, Rildo deu vaga para Da Sílva e Vinícius Jaú ganhou chance ao entrar no posto de Kelvin. As três mudanças do técnico Rodrigo Santana na partida foram no trio de frente - enquanto o meio de campo seguia improdutivo.

    O Juventus não conseguiu manter o rendimento e decaia. Aos 40, o Moleque Travesso se complicou com o segundo cartão amarelo do volante Ronald - expulso. Sobraram os minutos finais, e o gol da redenção saiu. Da Silva estava na área área para dominar cruzamento de Capa e chutar no cantinho do goleiro Assis e decretar a vitória azurra.

    Avaí 2 x 1 Juventus

    AVAÍ

    Lucas Frigeri; Lourenço, Airton, Betão e Capa; Jean Martim, Wesley e Valdívia; Kelvin (Vinícius Jaú), Rildo (Da Silva) e Jonathan (Gastón Rodriguez). Técnico: Rodrigo Santana.

    JUVENTUS

    Assis; Marcos Moser, Rafael Zuchi, Felipe Gregório e Luiz Henrique; Ronald, Mikael (Hildo) e Marllon; Pablo (Anderson Pico), Túlio Renan (João Vitor) e Itinga. Técnico: Jorginho.

    GOLS: Rildo, aos 7 do primeiro tempo, e Da Silva, aos 46 do segundo tempo (A). Mikael, aos 47 do primeiro tempo (J).

    CARTÕES AMARELOS: Da Silva, Jean e Rildo (A) e Ronald (J).

    EXPULSÃO: Ronald (J).

    ARBITRAGEM: Gustavo Baggio Ratti, auxiliado por Helton Nunes e Thiaggo Americano Labes.

    BORDERÔ: 6.757 torcedores para renda de R$ 96.992.

    LOCAL: Ressacada, em Florianópolis.

    Mais notícias sobre o Catarinense 2020 no NSC Total

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas