nsc
    nsc

    Sebrae Acelera Negócios

    De fotógrafa a professora: empresária amplia a área de atuação e ganha em produtividade e competitividade  

    Com a ajuda do Sebrae, a fotógrafa e empresária Rayanne Pinheiro quebrou paradigmas e passou a oferecer um novo serviço aos clientes  

    17/11/2020 - 11h31 - Atualizada em: 17/11/2020 - 14h00

    Compartilhe

    Estúdio
    Por Estúdio NSC
    De fotógrafa a professora: empresária amplia a área de atuação e ganha em produtividade e competitividade
    (Foto: )

    Após seis anos fotografando ensaios e casamentos, a fotógrafa Rayanne Pinheiro, de Florianópolis, resolveu dar um passo além, refez sua marca, passou a ensinar o que sabe e virou professora e empreendedora. A Amora na Rede surgiu da demanda por serviços de fotografia voltados a empresas, empreendedores, influenciadores e profissionais autônomos que desejam usar as redes sociais como um espaço de compartilhamento de conteúdo de qualidade, de networking e de vendas.

    Rayanne procurou o Sebrae/SC no início de 2020 e logo foi selecionada para participar do programa Agentes Locais de Inovação (ALI).

    — Quando entrei em contato com o Sebrae, dividia meu tempo entre um trabalho fixo e a minha empresa. Era começo do ano e um turbilhão de mudanças já estava acontecendo. Eu estava me posicionando novamente no mercado e pensei que precisava de ajuda pra isso. Logo lembrei do Sebrae, conheci o Agentes Locais de Inovação no próprio site e me inscrevi, sem muita pretensão de que iriam me ligar, pois achava que a Amora na Rede era muito pequena para ser atendida — conta a empresária.

    O acompanhamento do ALI é individualizado. Juntos, agente e empreendedores avaliam as necessidades e as metas em curto, médio e longo prazo para que, assim, planejem as ações. Para a Amora na Rede, entender o que os clientes desejam e a demanda do mercado foi fundamental para nortear os passos seguintes de maneira mais assertiva.

    — Antes, eu achava que sabia o que meus clientes pensavam e queriam, mas o acompanhamento do ALI me fez romper com esse “achismo”, pois, logo no início, realizamos um estudo que me fez entender o que os meus clientes buscavam de verdade. A partir daí comecei a pensar em oferecer um curso e assim nasceu o Fotografe de Casa, um serviço criado após a consultoria do Sebrae — explica Rayanne.

    Para a empresária, a orientação foi importante, também, para antecipar resultados, ampliar a área de atuação, aumentando a produtividade e a competitividade.

    — O ALI me ajudou a pensar estratégias com foco no meus clientes, assim pude entender qual o formato de serviço / produto eles queriam, aumentando as chances de sucesso. E os resultados não podiam ser melhores: as vendas com o curso Fotografe em Casa me permitiram manter minha casa e ampliar negócios mesmo durante a pior fase da crise causada pela pandemia — comemora.

    O Agentes Locais de Inovação é uma iniciativa que faz parte do Projeto Brasil Mais, uma parceria entre Sebrae, Ministério da Economia, Senai e Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). Entre os principais objetivos do ALI está fomentar o aumento da produtividade das micro e pequenas empresas brasileiras, promovendo melhorias rápidas e de alto impacto.

    — Toda essa experiência e ação para tirar um projeto (que para mim era muito grande) do papel proporcionou aprendizados imensuráveis, desde o fortalecimento da minha autoestima como empreendedora. Foi importante porque percebi que posso fazer e construir qualquer coisa na minha empresa. Muitas vezes, temos receios de tentar algo novo e de arriscar, mas hoje vejo que essas mudanças são benéficas para mim e para o crescimento da Amora na Rede. Hoje, por exemplo, tenho turmas fechadas até o fim do ano e isso me permite ter autoridade no negócio e trabalhar na criação de um novo curso, ainda mais focado nos clientes, em 2021 — antecipa Rayanne.

    Inovação, produtividade e competitividade no foco do ALI

    As empresas participantes do Agentes Locais de Inovação são acompanhadas durante três meses por um bolsista (agente), que trabalha in loco, estudando os processos e ajudando a traçar planos de ação para aumentar a competitividade e a produtividade. A partir dessas ações, busca-se criar processos, produtos ou serviços inovadores, novas práticas e novos modelos de negócio com foco em redução dos custos e aumento do faturamento.

    O ALI é voltado para micro e pequenas empresas que desejam fortalecer sua marca e impulsionar os resultados através da inovação.

    Para participar, é preciso se inscrever no site do programa e preencher o autodiagnóstico.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Especiais Publicitários

    Colunistas