publicidade

Chuvas em SC

Defesa Civil está monitorando áreas de risco de deslizamentos em Joinville 

Houve registro de alagamentos nos bairros Centro, Bucarein, Anita Garibaldi e Fátima nesta quinta

31/05/2019 - 08h45 - Atualizada em: 31/05/2019 - 18h21

Compartilhe

Redação
Por Redação AN
Defesa Civil registrou alagamentos pontuais, nos bairros Centro, Bucarein, Anita Garibaldi e Fátima
Defesa Civil registrou alagamentos pontuais, nos bairros Centro, Bucarein, Anita Garibaldi e Fátima
(Foto: )

A Defesa Civil está monitorando áreas de risco para deslizamentos em Joinville. Conforme o órgão foi registrado alagamentos pontuais, nos bairros Centro, Bucarein, Anita Garibaldi e Fátima, na noite desta quinta-feira, mas sem danos. As principais bacias da cidade, como do rio Cachoeira, do rio Itaum e do rio Águas Vermelhas também passam por monitoramento.

Há previsão de pico de maré em Joinville às 14 horas. Conforme dados das estações pluviométricas da Epagri no município foram registrados os volumes significativos de chuvas em Pirabeiraba, com 98 milímetros, e no bairro Vila Nova, com 128 milímetros, nas últimas 48 horas.

No momento, há ponto de alagamento na rua Itajaí, região central da cidade. Conforme o aumento da água, a via será interditada para o trânsito. De acordo com os registros do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), a previsão meteorológica indica possibilidade de continuidade das chuvas nas próximas horas em Joinville.

Pela região:

Pelo menos sete cidades da região Norte registraram alagamentos durante a quinta-feira, mas sem gravidade. Em Canoinhas, um muro caiu e os moradores foram retirados para evitar acidentes. Já em Mafra, houve alagamentos no bairro Buenos Aires, com registro de quatro quedas de muros e uma árvore foi retirada porque estava em situação de risco.

As cidades da região Norte de SC que registraram maior volume de chuva foram Porto União, com precipitação de 134 milímetros, e Mafra com 104.

Confira o levantamento

*Atualização: 16h

Joinville:

Na tarde desta sexta-feira, a Defesa Civil continua monitorando a quantidade de chuvas, que acumula cerca de 120 milímetros num intervalo de 48 horas. O órgão recebeu aviso de risco de deslizamentos e mantém atenção sobre o nível rios (que estão bastante cheios), bacia rio Cachoeira, do rio Itaum, do Águas Vermelhas - principalmente nas localidades de Vila Nova e Jardim Sofia. Na noite de quinta-feira alagamentos pontuais foram registrados nos bairros Centro, Bucarein, Anita Garibaldi, Fátima. Não havia mais pontos de alague nesta sexta-feira. Houve o registro de uma queda de muro em uma residência na Rua Itajubá, no Costa e Silva, mas não houve feridos.

Jaraguá do Sul:

Foram registrados três pequenos deslizamentos, nenhuma casa foi atingida diretamente, um desabamento de muro e uma queda de árvore, ninguém ficou ferido e nenhuma casa interditada. Conforme a Defesa Civil, os rios estão com os níveis baixos. O órgão está em alerta para risco de deslizamento de terra, já que nas últimas 72 horas, foram registradas 85 milímetros de precipitação, e nas últimas 24 horas foram 55 milímetros. As escolas municipais Helmuth Guilherme Duwe e Professor Henrique Heise, foram canceladas no período da tarde. Conforme na Prefeitura, na Guilherme Hanemann três salas foram interditadas.

Houve queda de barreira na tarde desta sexta-feira na estrada do Manso e a previsão é de que a via seja reaberta no fim de semana. A Defesa Civil está avaliando a situação para que a Secretaria de Obras possa desobstruir a via. Rota alternativa pode ser feita por São Bento do Sul.

Araquari:

De acordo com a Prefeitura, a Estrada Rio do Morro, em Araquari, precisou ser interditada por causa do volume de chuva. Depois de um trabalho de desbloqueio feito pela prefeitura, a travessia foi retomada no local. Os bombeiros não registraram nenhuma ocorrência relacionada as chuvas.

Estrada Rio do Morro foi interditada nesta manhã
Estrada Rio do Morro foi interditada nesta manhã
(Foto: )

Canoinhas:

Registrada uma queda de muro nesta quinta-feira, moradores da residência foram retiradas pelos bombeiros para evitar acidentes. Alagamentos registrados no bairro São Pedro, equipes da Defesa Civil fazem levantamento de danos no local.

Garuva:

Nenhuma ocorrência grave por causa da chuva. Conforme Defesa Civil, teve granizo na rodovia BR-376, na divisa com o Paraná.

Queda de muro foi registrada nesta manhã
Queda de muro foi registrada nesta manhã
(Foto: )

São Bento do Sul:

Três casas foram interditadas pela Defesa Civil e outras duas estão parcialmente interditadas após o desabamento de um muro. A ocorrência foi registrada por volta das 10h30 no bairro Schramm. Já no bairro Serra Alta, devido a alagamentos cerca de 80 moradores deixaram suas casas e estão abrigados no salão comunitário do bairro. A Defesa Civil diz que ainda há riscos de novos deslizamentos na cidade.

Casas são interditadas em São Bento do Sul
Casas são interditadas em São Bento do Sul
(Foto: )

Rio Negrinho:

Segundo o Boletim do Monitoramento Hidrológico, mantido pela Defesa Civil de SC, a Estação Rio Negrinho (Fazenda Souza) encontra-se em estado de atenção com 278 cm de nível do rio. Já no Rio dos Bugres, o alerta se dá pelo atingimento de 421 cm de nível.

Irineópolis:

Houve ocorrência de alagamento na Colônia Escada, no interior da cidade. Um rio na localidade transbordou alagando a estrada e casas da região. Secretaria de Obras trabalha no local.

Bela Vista do Toldo:

Alagamentos no interior nas localidades de Lagoa do Sul, Ribeirão Raso, Rio D.Areia de cima, Arroio Fundo chegaram a ser registrados no município.

BR-116, em Itaiópolis, está com uma faixa interditada por causa do acúmulo de água
BR-116, em Itaiópolis, está com uma faixa interditada por causa do acúmulo de água
(Foto: )

Itaiópolis:

De acordo com a Autopista Planalto, o trafego no quilômetro da BR-116, em Itaiópolis, teve uma faixa interditada por causa do acúmulo de água na manhã desta sexta-feira. Por volta do meio dia o alagamento estava contido na região e o tráfego de veículos foi normalizado.

Mafra:

Precipitação de 104 milímetros. Alagamentos no bairro Buenos Aires, registro de quatro quedas de muros e uma árvore foi retirada porque estava em situação de risco. Defesa Civil monitora riscos de deslizamento. De acordo com a PM de Mafra, 20 famílias foram levadas para um abrigo e outras 12 foram removidas para a casa de familiares. A PM monitora e faz a segurança nas áreas alagadas e nos abrigos.

O Centro de Porto União também ficou alagado
O Centro de Porto União também ficou alagado
(Foto: )

Porto União:

Precipitação de 134 milímetros. Os agentes da Defesa Civil permanecem durante todo o dia em estado de alerta, mas os registros de ocorrências foram feitos entre às 2 horas e às 3 horas da madrugada desta quinta. Pelo menos quatro residências foram atingidas pelos alagamentos e uma família precisou sair de casa.

Deixe seu comentário:

publicidade