Um dentista foi condenado a 14 anos e três meses de prisão por três episódios de ato libidinoso contra meninas menores de 14 anos, armazenamento de pornografia infantil e tráfico de drogas, em Balneário Piçarras.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Joinville e região no WhatsApp

De acordo com o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC), as vítimas apresentaram relatos idênticos na denúncia. Segundo elas, o homem, de dentro de um veículo, abordava as meninas nas ruas da cidade, iniciava um diálogo e acariciava as partes íntimas.

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

Além dos depoimentos, as acusações foram confirmadas com imagens de circuito de segurança, anexadas ao processo que flagraram as agressões.

Continua depois da publicidade

Durante a fase de investigação, em tentativa de defesa, o homem detalhou que, há três anos, foi diagnosticado com quadro depressivo e passou a consumir substâncias ilícitas, que levou a insônia. Neste período, começou a consumir pornografia infantil.

Ainda, revelou que, na época da faculdade, estreitou relações com traficantes da região e começou a repassar as drogas para pessoas próximas. 

O homem está detido no Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí. A condenação foi em 14 anos e três meses de prisão em regime inicial fechado, além de pagamento de 430 dias/multa Cabe recurso da decisão.

*Sob supervisão de Lucas Paraizo

Leia também

Show gratuito com Michel Teló vai abrir as comemorações de Natal em Araquari

VÍDEO: Homem escorrega de árvore, cai no rio e é internado em estado grave em Porto União

Jogador com passagem pelo futebol de SC é procurado por homicídio em SP

Destaques do NSC Total