nsc
dc

Política 

Deputada Paulinha será líder do governo Moisés na Alesc em 2020 

Convite foi confirmado pelo governador na tarde desta sexta-feira (14) 

14/02/2020 - 17h12 - Atualizada em: 14/02/2020 - 17h28

Compartilhe

Jean
Por Jean Laurindo
Deputada Paulinha e governador Carlos Moisés
Deputada Paulinha e governador Carlos Moisés
(Foto: )

A deputada estadual Paulinha (PDT) será a líder do governo Carlos Moisés (PSL) na Assembleia Legislativa (Alesc) no segundo ano de mandato do governador. A parlamentar e ex-prefeita de Bombinhas substitui o deputado Maurício Eskudlark (PL), que foi líder de governo desde abril do ano passado.

O governador já havia sinalizado a intenção de mudar a liderança a cada ano e o próprio Eskudlark já havia dito que não seguiria na representação das pautas do governo. Eskudlark substituiu Coronel Mocelin (PSL), que começou o ano na liderança do governo, mas deixou o posto em apensa três meses. O parlamentar do PL conduziu as pautas prioritárias do governador Moisés no segundo semestre do ano passado.

O principal destaque foi a discussão da revisão dos incentivos fiscais, que envolvia a taxação de agrotóxicos e o ICMS de alimentos.

Já Paulinha terá pela frente a missão de conduzir a articulação do governo em pautas como a Reforma da Previdência de SC. A deputada ainda não falou sobre a escolha para a liderança – só deve se manifestar na próxima semana.

Pelas redes sociais, o governador Moisés confirmou o convite na tarde desta sexta-feira e desejou sucesso à parlamentar.

Parlamentares contrários a Moisés criticaram escolha

Ainda na tarde desta sexta-feira, pouco após a confirmação, ao menos dois deputados estaduais criticaram o governador Moisés pela escolha de Paulinha como líder de governo. A deputada Ana Campagnolo (PSL) publicou em uma rede social lembrando que Paulinha é filiada ao PDT, partido fundado pelo ex-governador do Rio Grande do Sul Leonel Brizola, e legenda que também pertenceria ao Foro de São Paulo, organização que reúne partidos de esquerda da América Latina.

O deputado estadual Ivan Naatz (PL), em áudio nas redes sociais, também lembrou da filiação da deputada ao PDT e criticou a escolha pelo fato de o governador ter sido eleito com um discurso alinhado ao presidente Jair Bolsonaro. Na conjuntura nacional, o PDT integra um bloco de oposição ao governo Bolsonaro no Congresso.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Política

Colunistas