O desaparecimento de uma menina de três anos intriga as autoridades de Indaial, no Vale do Itajaí. Segundo o padrasto, Marcello Luciano, a menina sumiu de casa na tarde de segunda-feira (4). Desde então as polícias Civil e Militar tentam descobrir o paradeiro através da coleta de depoimentos com os pais e vizinhos da pequena Isabelly de Freitas.

Continua depois da publicidade

ATUALIZAÇÃO: Menina desaparecida em Indaial é encontrada morta

Conforme o padrasto, ele saiu para trabalhar na segunda por volta das 14h e a menina ficou em casa com a mãe. Cerca de 40 minutos depois, teria recebido mensagem da esposa falando que a criança havia sumido enquanto ela estendia roupa no quintal.

A família mora no local há cerca de duas semanas. É uma região residencial, em rua sem saída, com um pouco de vegetação ao lado da última casa, justamente onde o casal mora com a menina desaparecida, outro filho mais velho e um amigo. Ao saber do sumiço, os pais teriam corrido para casa dos vizinhos, mas ninguém a tinha visto.

O padrasto conta que ligou para PM, uma equipe foi ao local, inclusive com bombeiro, e fez buscas na pequena área de vegetação. Ela não foi encontrada.

A PM diz que durante a terça-feira (5) continuou trabalhando para tentar encontrar a menina. Na quarta (6), quando o caso veio à tona pelas redes sociais da família, um cão farejador esteve no local do desaparecimento, mas novamente nenhum vestígio da menina foi encontrado. Durante a mesma tarde, por mais de uma hora, a mãe foi interrogada. O padrasto, vizinhos e amigos também foram chamados à delegacia.

Continua depois da publicidade

Segundo a PM, guarnições foram à casa da família do pai da criança, em Ibirama, para apurar se ela poderia ter sido levada por algum parente, porém não a encontraram.

A PM não localizou câmeras de segurança na rua onde a família mora em Indaial. Entretanto, durante a tarde, buscava em outras regiões imagens que ajudem a elucidar o caso. Vizinhos relataram à PM ter visto um carro na rua durante aquela tarde, mas não conseguiram passar uma descrição.

Quem tiver informações pode repassar pelo telefone 181 ou 190.

Fotos da região onde a criança sumiu

Destaques do NSC Total