O primeiro desfile da Oktoberfest Blumenau 2023 foi sob chuva na noite desta quarta-feira (11) e trouxe à tona um sentimento que é velho conhecido na cidade: a superação. A festa que teve a primeira edição marcada por reerguer o ânimo da comunidade após uma grande enchente, em 1984, voltou a ter esse significado.

Continua depois da publicidade

Afinal, o primeiro desfile, marcado na quarta-feira passada, não ocorreu por causa do mau tempo. Além disso, o evento precisou ser suspenso por cinco dias, algo inédito nas 38 edições, por conta do alerta de cheias na cidade — o nível do Rio Itajaí-Açu chegou aos 10,19 metros na segunda-feira (9).

Receba notícias de Blumenau e região por WhatsApp

A blumenauense Arlene dos Santos já enfrentou muitas enchentes ao longo dos 67 anos de vida. Na terça-feira que antecedeu a abertura da Oktoberfest Blumenau, ela estava nos pavilhões da Vila Germânica trabalhando na limpeza de quatro camarotes.

Dona Arlene aguardava ansiosa pelo desfile (Foto: Patrick Rodrigues, Santa)

Aguardava ansiosa pelo desfile, chegou a separar o traje típico, mas a chuva impediu a celebração na Rua XV de Novembro. Com a previsão de o rio chegar a 12 metros, ela precisou arregaçar as mangas e erguer os móveis de casa, no bairro Itoupava Central.  

Continua depois da publicidade

Para ela a inundação não se tornou uma realidade, pois o nível do rio não chegou ao previsto pela Defesa Civil de Santa Catarina. Ainda assim, pela primeira vez na história, a maior festa alemã das Américas teve uma pausa.

O retorno ocorreu justamente nesta quarta, às 18h, com a abertura dos portões. Ansiosa, ela tratou de colocar a roupa germânica e partiu para o Centro de Blumenau. Pouco antes de o desfile começar, balançava o pé à espera das primeiras atrações.

— Olha para a cidade, não parece que teve uma enchente. Blumenau é assim, logo se levanta — afirma a idosa.

A pouco metros de Arlene estava um casal do Amapá. Alexandre Oliveira da Silva e Cristina Maciel Araújo compraram as passagens antecipadas para Santa Catarina. Viram na internet as chuvas que caem na região praticamente desde o início do mês. Mesmo assim decidiram vir, e por uma boa causa.

Continua depois da publicidade

Ele é major do Corpo de Bombeiros Militar do Amapá e ela, assistente social do governo do estado do Amapá. Ambos já atuaram em enchentes e decidiram que se chegassem aqui e houvesse uma situação de inundação, iriam ajudar.

— O instinto fala mais alto de servir o outro, de ajudar — diz Cristina, que mostra no celular algumas das inundações em que atuou.

Alexandre e Cristina vieram do Amapá (Foto: Patrick Rodrigues, Santa)

Chuva não espantou o público

A chuva começou tímida e por alguns minutos chegou a ficar mais forte. Ainda assim, o público não arredou o pé da Rua XV de Novembro. Teve quem correu para debaixo da marquise, outros abriram os guarda-chuvas e teve quem deixou a água cair no rosto mesmo. Imagens do fotojornalista Patrick Rodrigues mostram a animação de blumenauenses e turistas que aproveitaram a noite no Centro de Blumenau.

O próximo desfile está marcado para sábado (14), às 16h.

Leia também:

FOTOS: Primeira noite de Oktoberfest Blumenau 2023 recebe 13 mil pessoas

VOTE: Quem deve ser a rainha da Oktoberfest Blumenau 2024

Destaques do NSC Total