nsc
    dc

    Cultura e comportamento

    Dia Internacional dos Museus: que tal admirar a arte sem sair de casa?

    Projeto Museus Virtuais, de Santa Catarina, prepara ações para celebrar o Dia Mundial dos Museus, comemorado na segunda-feira, dia 18

    18/05/2020 - 06h40 - Atualizada em: 18/05/2020 - 09h09

    Compartilhe

    Por Janaína Laurindo
    (Foto: )

    Nos últimos anos, o projeto Museus Virtuais, organizado pelo Instituto Maratona Cultural, tem mostrado a força e o interesse que as artes visuais despertam em pessoas das mais variadas idades. Desde a primeira temporada, em 2013, 10 mil pessoas já viajaram virtualmente por museus de todo o mundo. Segundo o arte educador Claudio Toscan Jr., o principal objetivo do projeto é unir arte, cultura, tecnologia e ensino:

    – Queremos facilitar o acesso para as crianças e para o público em geral que muitas vezes não tem a possibilidade de viajar e conhecer esses museus, gostam de arte, mas não tem esse acesso – explica.

    Com apoio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Florianópolis, para este ano o projeto prevê 30 sessões, que com a pandemia de coronavírus estão sendo promovidas on-line, com transmissões ao vivo pelo perfil do Instituto Maratona Cultural no Instagram. A próxima sessão está agendada para o dia 23 de maio, e será também comemorativa ao Dia Mundial dos Museus, celebrada na segunda-feira, dia 18.

    – Nesta sessão irei falar também da importância dos museus, dos estudos de museologia e a importância deles para cultura e para a sociedade no geral – adianta Claudio, que faz a visita virtual guiada usando como suporte tecnológico a plataforma do Google Arts e Culture e o site dos museus.

    Cada sessão dá destaque a um artista, o famoso pintor holandês Rembrandt será o homenageado na próxima visitação virtual, que irá passar pela casa do artista e também pelo museu Rijksmuseum, de Amsterdam, na Holanda. A possibilidade de fazer essas visitas virtuais é graças à tecnologia e a movimentação desses espaços para tornar a arte mais próxima do público. Paradoxalmente, mesmo com as portas fechadas, em decorrência do combate à Covid-19, os museus nunca foram tão acessíveis.

    – Nosso setor está sendo obrigado a mudar em ritmo acelerado. Temos a oportunidade e o poder de fazer com que o final dessa história seja melhor do que poderia – destaca Suay Aksoy, presidente do Conselho Internacional de Museus (Icom).

    Visitas virtuais

    Confira 10 sugestões de museus que podem ser visitados pela plataforma Google Arts & Culture:

    - MASP: O Museu de Arte de São Paulo é um museu privado sem fins lucrativos, fundado pelo empresário brasileiro Assis Chateaubriand, em 1947, tornando-se o primeiro museu moderno no país.

    - Museu Nacional de Belas Artes: Situado no centro histórico do Rio de Janeiro, foi criado oficialmente em 1937 pelo decreto do presidente Getúlio Vargas e é o mais importante museu de arte do país.

    - Instituto Inhotim: localizado em Brumadinho a 60 quilômetros de Belo Horizonte, capital do Estado de Minas Gerais. Com uma área de 140 hectares de visitação composta por floresta e jardim botânico, o Inhotim possui uma coleção de arte internacionalmente reconhecida.

    - Museu do Amanhã: com arquitetura projetada por Santiago Calatrava e inaugurado em dezembro de 2015 no Píer Mauá, o Museu do Amanhã oferece uma narrativa sobre como poderemos viver e moldar os próximos 50 anos. Uma jornada rumo a futuros possíveis, a partir de grandes perguntas que a Humanidade sempre se fez.

    - Pinacoteca de São Paulo: fundado em 1905, o museu de artes visuais enfatiza a arte brasileira do século 19 até hoje. Possui atualmente uma coleção com 9 mil obras de arte.

    - Musée d’Orsay: localizado no centro de Paris, nas margens do Sena, o museu foi instalado na antiga estação ferroviária de Orsay, construída para a Exposição Universal de 1900. Abriga obras de Van Gogh, Cézanne, Degas, Maurice Denis, Odilon Redon.

    - Van Gogh Museum: em Amsterdã, o museu abriga a maior coleção de obras de arte de Vincent van Gogh. A coleção permanente inclui mais de 200 pinturas do artista, 500 desenhos e mais de 750 cartas.

    - MoMA The Museum of Modern Art: Fundado em 1929, foi o primeiro museu dedicado à era moderna. Oferece uma visão panorâmica da arte moderna e contemporânea, desde a inovadora pintura e escultura europeia da década de 1880 até o cinema, design e arte performática de hoje.

    - Museo Frida Kahlo: o edifício, que data de 1904, foi onde a artista viveu durante toda sua vida. O interior da casa foi mantido praticamente intacto, mantendo uma atmosfera íntima.

    - British Museum: a coleção abrange mais de dois milhões de anos de história e cultura humanas. Mais de 6 milhões de visitantes todos os anos experimentam a coleção, incluindo objetos mundialmente famosos, como a Pedra de Roseta, as esculturas do Parthenon e múmias egípcias.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Entretenimento

    Colunistas