A Secretaria da Saúde de Santa Catarina decretou, na segunda-feira (29), situação de emergência no estado. O decreto ocorre para enfrentamento do aumento de casos da Síndrome Respiratória Aguda, o que ocasionou a superlotação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) nos hospitais. Em Joinville, mais de 99% desses leitos ativos estão ocupados.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Joinville e região no WhatsApp

De acordo com o Painel Leitos de UTI do SUS, mais de 93% dos leitos ativos do estado estão preenchidos. Segundo esses dados, o único hospital público de Joinville que não possui taxa de ocupação total é o Hospital Infantil Dr. Jeser Amarante, que apresenta taxa de ocupação em 98%. 

O Hospital Regional, o São José, o Bethesda e a Maternidade Darcy Vargas estão com 100% dos leitos de UTI ocupados, contabilizando 107. Em Joinville, ao todo, são 157 leitos disponíveis. Desses, 156 estão sendo utilizados.

A equipe da CBN Joinville esteve presente, na tarde desta terça-feira (30), no Hospital Infantil para avaliar a situação após o anúncio do decreto emergencial. Na unidade, a espera para atendimentos não urgentes e pouco urgentes era de cinco horas.

Continua depois da publicidade

O que diz a Secretaria da Saúde

Segundo o decreto nº 574, a ação foi necessária devido a situação anormal nos casos, gerando um aumento expressivo nos índices de internação, o que caracteriza riscos sanitários elevados para a população. Conforme a secretária da Saúde, Carmen Zanotto, não há falta de leitos de UTI. O decreto foi realizado pelo fato da taxa de ocupação estar acima dos 90%.

Também faz parte da ação de combater as doenças respiratórias agudas a ampliação da vacina contra a Influenza para crianças de até 12 anos. De acordo com a Secretaria da Saúde, 80% da ocupação dos leitos são de crianças nesta faixa etária.

Leia também

Médico do Hospital Jaraguá realiza cirurgia com óculos de realidade virtual

Vereadores de Joinville querem abrir CPI para investigar reagente vencido em hospital

Fotógrafo de SC que acompanhou vida de Ayrton Senna revela última conversa antes do acidente

Destaques do NSC Total