nsc

publicidade

Operação Bocas Famintas

Dono de restaurante é preso por comprar carnes desviadas de creches de Criciúma 

Além dele, a nutricionista da entidade que administra as creches e uma taxista também são investigadas

26/10/2019 - 14h56 - Atualizada em: 26/10/2019 - 15h02

Compartilhe

Por Lariane Cagnini
No início da semana, pelo menos 40 quilos de frango foram encontrados na casa de uma das invetsigadas
No início da semana, pelo menos 40 quilos de frango foram encontrados na casa de uma das invetsigadas
(Foto: )

A investigação sobre o desvio e revenda de carnes de creches de Criciúma prendeu mais um suspeito essa semana. O dono de um restaurante, que segundo a Polícia Civil comprava parte dessas carnes, foi preso em flagrante na tarde de sexta-feira. Além dele, a nutricionista da entidade que administra as creches e uma taxista também são investigadas.

A Operação Bocas Famintas, conduzida pela 1ª Delegacia de Polícia Civil de Criciúma, informou que o homem ocultava, depositava e vendia as carnes desviadas. Ao analisar o descarte das embalagens utilizadas na cozinha do estabelecimento, os policiais encontraram 81 rótulos em um saco de lixo.

Pela prática do crime de receptação qualificada, a Civil acionou a Vigilância Sanitária e o Instituto Geral de Perícia (IGP) para acompanhar a abordagem policial. Dentro do restaurante foram apreendidos 70kg carne moída sem rótulo e sem embalagem. O proprietário foi encaminhado para o Presídio Regional de Criciúma.

Contrato rompido

O restaurante funcionava dentro de uma instituição de ensino superior da cidade. Por conta do suposto envolvimento do empresário com o crime, a universidade rompeu o contrato de locação do espaço. Por isso, as atividades estão suspensas temporariamente, até que a instituição encontre uma alternativa para manter o serviço à comunidade acadêmica.

​​​​​Leia as últimas notícias do NSC Total​​

​​​​​Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC

Deixe seu comentário:

publicidade