nsc
    dc

    Prova real

    É falso comunicado sobre 53 casos de coronavírus em SC

    Imagem que imita comunicado da Secretaria de Estado da Saúde de SC circula pela internet com uma série de informações mentirosas

    27/02/2020 - 11h47 - Atualizada em: 28/02/2020 - 06h32

    Compartilhe

    Lucas
    Por Lucas Paraizo
    Imagem falsa
    (Foto: )

    Uma imagem que circula nas redes sociais nesta quinta-feira (27) traz informações falsas sobre a presença do novo coronavírus em Santa Catarina. Imitando um comunicado da Secretaria de Estado da Saúde, a imagem diz que 53 casos suspeitos da doença são investigados na região Norte de SC, sendo 38 em Joinville.

    A informação é falsa. Até o momento, em Santa Catarina não há nenhum caso confirmado do coronavírus em Santa Catarina. Existem oito casos suspeitos em investigação. As informações oficiais são divulgadas pelo Ministério da Saúde, que já descartou outros quatro casos que eram suspeitos em Santa Catarina nas últimas semanas.

    A imagem foi desmentida pela própria Secretaria de Estado da Saúde de SC, que lamentou em nota oficial a circulação desse tipo de boato, na manhã desta quinta-feira.

    Além de possuir vários erros de gramática, o texto falso também faz associações do coronavírus com o Carnaval e com um homem que teria vindo do país Guiné, na África. Segundo as informações oficiais, o vírus não está circulando no Brasil e o único caso confirmado foi importado, ou seja, adquirido fora do Brasil — no caso do homem de São Paulo, a contaminação foi na Itália.

    Conforme os relatórios mundiais da Organização Mundial da Saúde, no continente africano existem apenas dois casos confirmados do coronavírus: um na Argélia e um no Egito.

    As informações oficiais sobre o coronavírus são divulgadas apenas pelos órgãos de saúde, no caso as secretarias estaduais e o Ministério da Saúde. As novidades são atualizadas diariamente também em coletivas de imprensa ou comunicados oficiais, não através de imagens nas redes sociais.

    Veja a nota completa emitida pelo governo de SC:

    A Secretaria de Estado da Saúde alerta para a circulação de fake news envolvendo supostos casos do novo coronavírus no norte de Santa Catarina. A arte veiculada em redes sociais, COMPLETAMENTE FALSA, alerta para casos na cidade de Joinville e utiliza de FORMA INDEVIDA, a logomarca do Governo do Estado.

    Vale ressaltar que Santa Catarina conta com dois casos suspeitos e outros quatro já foram descartados. Os números constam na Plataforma Integrada de Vigilância em Saúde (IVIS) do Ministério da Saúde, responsável por compilar os dados no país.

    Na página da SES (www.saude.sc.gov.br/coronavirus) é possível encontrar dicas de prevenção, explicações sobre o novo coronavírus e a doença causada - chamada pela Organização Mundial de Saúde de Covid-19 (corona virus decease, em inglês) -, além de dados no Brasil e no mundo, atualizados diariamente pela Plataforma IVIS.

    Para se manter informado, consulte as fontes oficiais. Não compartilhe notícias falsas.

    Como é definido um caso suspeito do coronavírus

    Pessoas que estiveram nos países com transmissão direta do vírus (China, Coréia, Alemanha, Itália, Japão, Singapura, entre outros) nos últimos 14 dias e chegaram ao Brasil com sintomas respiratórios, como tosse ou dificuldade para respirar, podem ser consideradas casos suspeitos da doença. Elas devem ser mantidas em isolamento enquanto houver sinais e sintomas clínicos.

    Como é feito o exame

    Para avaliar se é um caso de coronavírus, o profissional de saúde deverá coletar duas amostras respiratórias. As amostras são encaminhadas com urgência para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) para o chamado exame de exclusão, em Florianópolis. De acordo com a diretora do laboratório, Marlei Pickler Debiasi dos Anjos, o estado de Santa Catarina é capacitado para detectar os vírus respiratórios como o influenza.

    — Se for identificado um caso mais simples, como por exemplo, Influenza 1, o caso é logo descartado. Mas se apresentamos resultados negativos para esses exames, as amostras seguem para os laboratórios de referência para realização de análise de metagenômica, que identificará ou não o novo coronavírus — explica.

    Os laboratórios de referência nacional são: Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz-RJ), Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, e Instituto Evandro Chagas (IEC), no Pará.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas