nsc
dc

Fiscalização

Em 10 dias, 682 motoristas são multados por excesso de velocidade em Criciúma

Autuações foram na Via Rápida, que liga o bairro Próspera à BR-101 

25/02/2020 - 13h35

Compartilhe

Lariane
Por Lariane Cagnini
via rápida
Trecho foi estadualizado em novembro de 2019
(Foto: )

Nos últimos 10 dias, 682 motoristas que utilizam a Via Rápida em Criciúma, no Sul de Santa Catarina, foram multados por excesso da velocidade. A fiscalização foi intensificada no período, e conseguiu flagrar centenas de veículos circulando acima do limite permitido. O caso mais grave foi de um carro que passou pelo radar a 171 km/h.

O levantamento é da Polícia Militar Rodoviária (PMRv) de Içara, responsável pelo trecho desde novembro do ano passado. Os 12,7 quilômetros que ligam o bairro Próspera de Criciúma à BR-101 foram estadualizados no final de 2019, quando a fiscalização iniciou. Até o momento, a PMRv não divulgou os números de fiscalização referentes a janeiro.

O sargento Henrique José Boeing informou que o foco na Via Rápida é o monitoramento por radar, principalmente nesse período do ano. A maior parte dos veículos, segundo Boeing, circula a 130 e 140 km/h, porém o limite máximo é de 100 km/h. Nos trechos urbanos, fica entre 60 km/h e 80 km/h, dependendo do local.

— Não é feito nenhum tipo de abordagem no local. O radar identifica, é feito o registro e depois é encaminhada a multa vinculada à placa do veículo — explicou o sargento.

Boeing também alerta que é importante, ao receber a notificação da multa, indicar o condutor caso não seja ele quem estava dirigindo no momento. Isso porque, conforme a multa tramitar no Departamento Estadual de Trânsito do Estado de Santa Catarina (Detran-SC), a pessoa pode ter a carteira de habilitação suspensa se a velocidade ultrapassar 50% do limite máximo do trecho.

Colunistas