publicidade

Curitiba

Em delação, Palocci afirma que Lula recebeu propina da Odebrecht em dinheiro vivo 

Declarações estão em colaboração premiada relativa ao inquérito da Polícia Federal sobre a construção da Usina de Belo Monte

18/01/2019 - 17h20

Compartilhe

Por GaúchaZH
Palocci e Lula
(Foto: )

O ex-ministro da Fazenda e da Casa Civil Antonio Palocci declarou, em colaboração premiada firmada com a Polícia Federal (PF), que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu propina da Odebrecht em dinheiro vivo no ano de 2010. As informações foram divulgadas pelo site G1.

A colaboração premiada diz respeito a um inquérito da PF que investiga irregularidades na construção da Usina de Belo Monte.

De acordo com as declarações do ex-ministro, Lula teria recebido R$ 50 mil em uma caixa de uísque no Aeroporto de Congonhas, durante a campanha eleitoral de 2010. A entrega teria sido presenciada pelo motorista de Palocci.

O ex-ministro também declarou que levou pacotes de dinheiro vivo correspondentes a R$ 30 mil, R$ 40 mil e R$ 80 mil recebidos da Odebrecht e retirados por Branislav Kontic, assessor de Palocci.

A defesa de Lula ainda não se manifestou sobre as denúncias. Em outras ocasiões, os advogados afirmaram que Palocci mentiu para sair da prisão.

Deixe seu comentário:

publicidade