Uma família de Bombinhas, no Litoral Norte de Santa Catarina, viveu momentos de horror na madrugada deste sábado (4). A mãe flagrou a filha ser violentada sexualmente e quase acabou morta a facadas, segundo relato feito à Polícia Militar. O agressor seria o marido da mulher e padrasto da adolescente de 13 anos. O homem fugiu e até as 7h30min não tinha sido encontrado.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Itajaí e região por WhatsApp

A mulher levou cerca de 10 golpes de faca, de acordo com a PM. Apesar da gravidade do ataque, ela conseguiu contar aos militares o que houve. A mãe disse que acordou com o barulho da filha tentando gritar e percebeu que o marido estava abusando sexualmente da filha dela. Diante do flagrante, o homem teria atacado a companheira, provocando uma série de lesões, e depois fugiu.

A adolescente contou à PM que o padrasto entrou no quarto dela com uma faca e a disse para não gritar. Ele ainda teria colocado um fio de luz no pescoço da jovem para ela não fazer barulho durante o estupro. Porém, ela conseguiu pedir ajuda e a mãe ouviu. Ela teria então presenciado o padrasto esfaquear a mulher. Marcas de sangue ficaram por todo o chão da casa.

Duas crianças de 6 e 10 anos, ambas filhas do casal, estavam na casa no momento dos crimes. Elas foram acolhidas pelo Conselho Tutelar enquanto a mãe e a irmã foram encaminhadas para atendimento médico. A PM registrou o caso como estupro de vulnerável e feminicídio tentado. A Polícia Civil também esteve no local e vai investigar o caso.

Continua depois da publicidade

Leia mais

Quatro pessoas morrem na BR-470 em acidente que teve carro dobrado ao meio em SC

Moradora de Balneário Camboriú vai à Justiça para recuperar dinheiro perdido em golpe

Destaques do NSC Total