nsc
    nsc

    Cuidado com a saúde

    Mãos secas do álcool gel? Veja como cuidar da pele em tempos de coronavírus

    As reclamações de lesões na pele causadas pelo uso da máscara ou excesso de produtos de limpeza durante a pandemia não são poucas. Mas será que você está fazendo a higienização da forma correta? 

    24/09/2020 - 11h02 - Atualizada em: 24/09/2020 - 11h04

    Compartilhe

    Estúdio
    Por Estúdio NSC
    Em tempos de coronavírus, veja como higienizar a pele sem agredi-la
    (Foto: )

    As mudanças de hábito ocasionadas pela pandemia do novo coronavírus trouxeram uma conscientização sobre a importância de higienizar com frequência as mãos, a casa, os alimentos e tudo a nossa volta. Além disso, a utilização da máscara em qualquer ambiente que não o lar se tornou essencial.

    Mas o uso da máscara para se proteger tem sido um incômodo muito grande para algumas pessoas. Muitas destacam lesões na pele causadas pelo uso contínuo da máscara, como dermatites, rosáceas e acne. No entanto, a higienização correta tanto da pele quanto da máscara pode evitar essas lesões, ou, pelo menos, amenizá-las.

    Para evitar problemas, é recomendado usar bons hidratantes para evitar machucados nas áreas de atrito, como orelhas e bochecha. Quando a pele já está lesionada, além do hidratante é indicado o uso de cicatrizantes para que a pele se cure.

    Como higienizar as máscaras de pano?

    As máscaras se tornaram um item indispensável nos últimos meses. Mas a higienização correta é indispensável para o bem-estar de quem está usando, já que uma máscara reutilizada várias vezes pode acumular resíduos que com o tempo podem irritar a pele., além de diminuírem a eficiência delas na prevenção contra o vírus.

    Especialistas afirmam que as máscaras devem ser lavadas separadamente das roupas, com água corrente e sabão neutro e, posteriormente, podem ser deixadas de molho por 20 a 30 minutos em uma solução de água e água sanitária, ou desinfetante equivalente. Após o molho, ela deverá ser muito bem lavada em água corrente para remover qualquer tipo de resíduo dos produtos. Além disso, é recomendado passar a máscara com ferro quente e guardar em recipiente fechado.

    Como higienizar a pele?

    Lavar as mãos com água e sabão regularmente é essencial para se manter protegido. Mas o uso contínuo do álcool gel 70% tem causado ressecamento e, em alguns casos, até acidentes com queimaduras. Por ser altamente inflamável, o álcool gel tem aumentado os casos de acidentes desde o início da pandemia. Além disso, não é possível enxergar quando o produto pega fogo, dessa forma, a pessoa acaba se queimando sem perceber e pode fazer um movimento brusco quando constatar a queimação, espalhando o fogo e causando um acidente ainda maior.

    >> Leia também: Dicas para fazer compras de supermercado com segurança

    Uma ótima opção para que você fique protegido de forma segura é o Nano Protect Antisséptico para as mãos. Dermatologicamente testado e aprovado, o produto foi desenvolvido especialmente para higiene das mãos e apresentou melhores resultados que o próprio álcool gel 70%.

    Além de garantir alto potencial de inativação de patógenos e ação rápida, o Nano Protect possui hidratante para evitar ressecamento e irritação da pele, mesmo com o uso contínuo do produto.

    Com certeza vamos levar muito aprendizado dessa pandemia para o novo normal! Um dos melhores será a forma correta de higienizar nossas mãos para nos proteger, mas também hidratando-as sempre! Sairemos mais fortes dessa crise, com novos hábitos que só fazem bem à nossa saúde!

    Para conhecer mais sobre os produtos Nano Protect, acesse o site.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Especiais Publicitários

    Colunistas