nsc
    nsc

    Sebrae Acelera Negócios apresenta

    Empreendedor aposta em franquia de cervejas para começar negócio próprio

    Na terra da cerveja artesanal, blumenauense desafia o mercado e hoje é franqueado de rede nacional

    29/10/2019 - 09h16 - Atualizada em: 29/10/2019 - 09h44

    Compartilhe

    Estúdio
    Por Estúdio NSC
    cerveja
    Empresário decide investir em cervejaria própria em Blumenau
    (Foto: )

    Trabalhando desde 2012 na mesma empresa, há 3 anos Edézio Nasatto decidiu trocar de rumo. Com algumas mudanças que aconteceram no antigo trabalho, ele percebeu que aquele seria o sinal verde para deixar de ser empregado e se tornar um empreendedor.

    — Nesse momento decidi que não seria mais empregado. Estudei várias áreas e vi na cerveja artesanal um grande potencial de mercado — explica Nasatto.

    Em Curitiba, o catarinense se reuniu com o franqueador da marca Mestre-Cervejeiro.com, uma rede de lojas de cervejas artesanais, entre as gigantes do país. Dessa reunião saiu a decisão de levarem a marca para sua cidade: Blumenau.

    Para tamanha mudança em sua vida, ele tinha em mente que precisava buscar mais conhecimentos em sala de aula.

    — Segurança a gente nunca tem na hora de empreender. Mas existem fatores que minimizam os riscos: uma boa pesquisa de mercado é fundamental na hora de começar um negócio, assim como conhecer a realidade econômica da sua área de atuação também ajuda muito — conta o comerciante.

    Franquia em Blumenau
    Franquia em Blumenau
    (Foto: )

    Os desafios não assustam

    — Sem dúvida nenhuma, a altíssima carga tributária é o que mais dificulta o crescimento ou manutenção das empresas — relata Nasatto.

    Não podendo agir diretamente nesse problema, ele decidiu arregaçar as mangas para atuar nos desafios mais próximos do seu empreendimento. De acordo com Edézio, apenas cerca de 3% dos consumidores de cerveja no país de fato consomem as versões artesanais. Com isso, seus desafios de mercado permeiam entre criar condições para baratear o preço do produto final, consequentemente aumentando a fatia de consumidores, e reeducar os outros 97% dos consumidores de cerveja sobre as vantagens das versões artesanais da bebida.

    Cerveja
    Um desafio do empresário é tornar os preços atrativos para atrair novos consumidores
    (Foto: )

    Para isso dar certo, o franqueado conta com uma equipe dedicada e especializada na sua empresa, com o setor de vendas ciente que deve orientar consumidores e clientes, e não ter o foco apenas para a venda em si. Basicamente, a equipe de vendas se torna um consultor, ajudando o cliente a escolher a bebida certa para o seu paladar, para que essa seja a melhor experiência possível, tendo a chance de conquistar um cliente assíduo da marca.

    Soluções por meio dos estudos

    Para buscar mais conhecimentos em sala de aula, Edézio procurou o Sebrae/SC, confiante de que iria aprender a enfrentar seus desafios de mercado através do Empretec, uma metodologia desenvolvida pela Organização das Nações Unidas (ONU), onde, em 6 dias de imersão, os empreendedores são estimulados a identificar e desenvolver comportamento empreendedor, com dinâmicas que auxiliam a aplicar os conhecimentos adquiridos.

    — Foi após fazer o curso que decidi que realmente iria enfrentar esse desafio. Ele te dá ferramentas para que você compreenda a si mesmo, conhecendo seus próprios pontos fortes e fracos — conclui o empresário.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Especiais Publicitários

    Colunistas