Um grupo suspeito de montar uma espécie de “empresa” para a prática de crimes em Brusque foi alvo de uma ação da Polícia Civil nesta quarta-feira (10). Entre os delitos, estão organização criminosa, tráfico de drogas e homicídio. Ao todo, 31 mandados são cumpridos, sendo 14 de prisão temporária.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região direto no WhatsApp

De acordo com o delegado Alex Bonfim, da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Brusque, a investigação teve início no ano passado após a prisão de um dos investigados. Na apuração, a equipe identificou ao menos 35 pessoas envolvidas em um esquema para a prática de diferentes crimes no município.

Confronto termina com a morte de uma pessoa em Itajaí

— São pessoas que estavam devidamente organizadas, como se fosse uma empresa com funções e ramos definidos, tudo isso voltado para realização de crimes em Brusque — explica o delegado.

Continua depois da publicidade

Com isso, a polícia representou por 17 mandados de busca e apreensão e 14 de prisão, cumpridos nesta quarta-feira. Até as 10h, nove pessoas tinham sido presas em Brusque, Itajaí, Xaxim e Canelinha. A ação também ocorre em Guabiruba e Navegantes.

Entre os crimes praticados estão tráfico de drogas, homicídios e roubo. A polícia ainda não divulgou o que foi apreendido durante a ação.


Imagens: Polícia Civil/Divulgação” />

Leia também:

Mais duas pessoas são investigadas por desaparecimento de menino de SC

Mãe de menino desaparecido sofre de depressão pós-parto e quer criança de volta, diz irmão

Destaques do NSC Total