As autoridades de saúde identificaram que os 278 casos suspeitos de intoxicação em Pernambuco estão possivelmente relacionados à maré vermelha, fenômeno provocado pelo crescimento excessivo de algas que liberam ou não toxinas.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

Essa floração nociva de algas é provocada por fatores como aumento da temperatura do mar, alterações na salinidade da água e excesso de nutrientes.

Além de outros fatores, a carga orgânica elevada em efluentes domésticos também pode contribuir para o nascimento e o tempo de permanência dessas “florestas” de algas, com durações variáveis entre 12h e 48h.

Leia mais no Metrópoles, parceiro do NSC Total.

Continua depois da publicidade

Leia mais

Berbigão do Boca arrasta multidão na abertura do Carnaval de Florianópolis

Destaques do NSC Total