nsc
    dc

    Efeito coronavírus

    Entidades pedem redução de salários dos agentes públicos em Chapecó

    Sugestão é de 50% nos vencimentos de prefeito e secretários

    16/04/2020 - 17h02 - Atualizada em: 16/04/2020 - 17h03

    Compartilhe

    Darci
    Por Darci Debona
    Entidades querem que recurso seja destinada para a saúde
    Proposta de redução foi encaminhada para a Prefeitura Municipal
    (Foto: )

    Entidades de Chapecó estão sugerindo a redução de salários de agentes públicos do executivo e legislativo, como medida auxiliar neste momento de pandemia. O Observatório Social sugeriu ao prefeito Luciano Buligon (PSL) que encaminhe projeto em regime de urgência ao legislativo, pedindo a redução de 50% do salário do prefeito, vice e secretários, além da destinação de 20% do duodécimo do repasse para Câmara Municipal, exclusivamente para o combate ao coronavírus. Esse valor representaria R$ 250 mil por mês.

    A Associação Comercial e Industrial de Chapecó se aliou ao pleito do Observatório Social e recomendou a redução também de 30% nos vencimentos dos vereadores e assessores. E acrescenta que essa medida também deve ser seguida pelo Poder Judiciário e Ministério Público.

    Na Câmara também tramita um projeto da vereadora Marcilei Vignatti (PSB), para redução por três meses dos salários dos vereadores, prefeito, vice, secretários e cargos comissionados.

    De acordo com a assessoria de comunicação da Câmara de Vereadores, a proposta tem que passar por duas comissões, a de Legislação e Justiça e a de Finanças e Orçamento, antes de ir a votação. O prazo é de oito dias para cada comissão se manifestar.

    Em site especial confira as notícias sobre o coronavírus

    O prefeito Luciano Buligon já foi questionado sobre a redução de salários em entrevistas coletivas e disse que vai assinar o que a Câmara aprovar.

    Outros municípios da região Oeste já adotaram essa medida. Um dos primeiros municípios foi Dionísio Cerqueira, com redução de 30% nos salários. Em Itapiranga o prefeito, vice e secretários vão doar 20% do salário líquido dos meses de abril e maio para o Fundo Municipal de Saúde. Em Saudades houve redução de 20% no salário do prefeito, vice e secretários. Comissionados terão redução de 10 a 20%. Os vereadores também terão redução de salário em 20%, por três meses. Concórdia também anunciou redução, entre outros.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Política

    Colunistas