nsc

publicidade

Cinco! 

Equipe do Brasil está convocada para Copa Davis de tênis, em Criciúma 

Ex-tenista Jaime Oncins, capitão da equipe, faz convocação para confronto diante da Barbados, nos dias 13 e 14 de setembro 

10/08/2019 - 14h47 - Atualizada em: 10/08/2019 - 14h51

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Bruno Soares e Marcelo Melo estarão em ação na Copa Davis, em Criciúma
Bruno Soares e Marcelo Melo estarão em ação na Copa Davis, em Criciúma
(Foto: )

Bruno Soares, Marcelo Melo, Thiago Monteiro, João Menezes e Thiago Wild. Estes tenistas forma a equipe do Brasil para o primeiro confronto pela Copa Davis, que será sediada em Criciúma. O duelo contra Barbados, em 13 e 14 de setembro, será na Sociedade Recreativa Mampituba. Ex-tenista, o capitão Jaime Oncins aposta na mescla da experiência com a juventude no duelo pelo Zonal Americano I.

- Nós temos um bom grupo de jogadores. Temos os atletas com mais experiência, que são os casos do Marcelo e do Bruno, com vários confrontos de Davis. Temos o Thiago Monteiro, que, apesar de ser jovem, já tem bastante experiência no circuito internacional, e também temos o João Menezes, que é um jovem que vem em uma ascensão muito grande, coroada com o ouro no Pan. Temos também o Thiago Wild, que terá uma excelente oportunidade para trocar informações com todos esses jogadores - explicou Oncins.

A escolha de Criciúma tem a ver com o pedido de Oncins, como capitão, para que o Brasil disputasse em saibro, em local no nível do mar e com temperatura amena. Ainda há ingressos disponíveis para as arquibancadas (clique aqui). Os valores variam entre R$ 138 e R$ 174,80.

Dos cinco tenistas, três são de Minas Gerais (Bruno Soares, Marcelo Melo e João Menezes), um é natural do Ceará (Thiago Monteiro) e outro é do Paraná (Thiago Wild). Bruno Soares é o mais velho, com 37 anos. Tem 18 convocações e membro da equipe brasileira desde 2005. O mais jovem é Thiago Wild, 19. João Menezes, de 22 anos, chega com confiança em alta por conta da medalha de ouro no Pan 2019.

- Espero representar o país na Davis do mesmo jeito que representei no Pan, com garra, empenho e dando o máximo de mim. Além disso, será ótimo voltar a trabalhar com o Jaime. Mais uma semana de aprendizado com ele é um tempo muito bem aproveitado. Sem o Jaime, não teria vindo a medalha de ouro no Pan - elogiou Menezes.

João Menezes foi ouro no Pan 2019
João Menezes foi ouro no Pan 2019
(Foto: )

Leia mais notícias do esporte em Santa Catarina.

Deixe seu comentário:

publicidade