nsc
    dc

    Câmara dos Deputados

    Escola sem Partido: comissão encerra os trabalhos sem votar projeto e proposta é arquivada 

    Projeto somente pode ser analisado novamente se houver pedido de desarquivamento e na legislatura que começa em 1º de fevereiro de 2019  

    11/12/2018 - 17h01

    Compartilhe

    Por GaúchaZH
    Comissão na Câmara encerra trabalhos e proposta de Escola Sem Partido é arquivada
    Comissão na Câmara encerra trabalhos e proposta de Escola Sem Partido é arquivada
    (Foto: )

    A comissão especial instituída na Câmara dos Deputados para debater e votar o projeto que ficou conhecido como Escola sem Partido encerrou os trabalhos sem votar a proposta. O presidente da comissão, deputado Marcos Rogério (DEM-RO), decidiu que não vai mais convocar reuniões do colegiado em razão da falta de quórum e da agenda apertada de fim de ano. Com o fim da legislatura, o projeto é arquivado.

    O Escola sem Partido tentava estabelecer que as escolas tivessem cartazes com deveres do professor, entre os quais está a proibição de usar sua posição para cooptar alunos para qualquer corrente política, ideológica ou partidária.

    Além disso, o professor não poderia incitar os alunos a participar de manifestações e deveria indicar as principais teorias sobre questões políticas, socioculturais e econômicas.

    A proposta ainda queria banir de todas as escolas quaisquer atividades “que tendam a aplicar” a chamada “ideologia de gênero” e os termos “gênero” ou “orientação sexual”.

    Agora, para que a proposta seja analisada novamente, é necessário que um deputado federal, seja o autor do projeto ou outro da nova legislatura, entre com pedido para desarquivá-lo. O processo, no entanto, começa do zero.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Política

    Colunistas