nsc
santa

Educação

Escolas municipais de Blumenau planejam férias de julho

Prefeitura optou por parar enquanto as atividades são remotas por conta da pandemia do novo coronavírus

16/07/2020 - 18h26 - Atualizada em: 16/07/2020 - 19h09

Compartilhe

Bianca
Por Bianca Bertoli
Aulas presenciais estão suspensas por conta da pandemia
Aulas presenciais estão suspensas por conta da pandemia
(Foto: )

A prefeitura de Blumenau planeja férias escolares entre os dias 27 de julho e 7 de agosto. Conforme Mário Hildebrandt, há exigência legal de recesso para os professores e, por isso, a Secretaria de Educação trabalha na reorganização do calendário escolar para possibilitar a pausa na última semana deste mês.

> Clique aqui para receber as últimas notícias de Blumenau e região pelo WhatsApp.

— Os professores teriam de parar em algum momento, pois têm direito a 45 dias de recesso. Decidimos dar o descanso agora e evitar que isso seja feito no período normal — explicou o prefeito em transmissão ao vivo nesta quinta-feira (16), acompanhado da Secretária de Educação, Patricia Lueders.

A ideia precisa passar pela aprovação do Conselho Municipal de Educação, mas assim que a instituição validar o pedido, a prefeitura divulgará mais detalhes. Porém, Patricia já antecipa que a entrega de kits de alimentação às famílias não será prejudicada. Para ela, o descanso é essencial para a saúde mental dos docentes.

— Professores e alunos estão cansados, a preocupação é com a saúde mental dos professores. Mas um pedido: são férias para ficar em casa — disse Patricia.

A secretária informou que o recesso não afetará as 800 horas/aula para o cumprimento do ano letivo, uma vez que Blumenau foi uma das primeiras cidades a iniciar as atividades não presenciais durante a pandemia do coronavírus. Dos 45 dias de férias determinados em lei, os professores já tiveram, neste ano, 33.

Série de choques de pássaros contra vidros, em Blumenau, impressiona especialistas

Colunistas