Uma cerimônia na manhã desta sexta-feira (24) marcou a conclusão da “espinha dorsal” do primeiro navio de guerra em construção em Itajaí. Chamada de Batimento de Quilha da Fragata Tamandaré, a solenidade realizada em Santa Catarina teve a presença do ministro da Defesa, José Mucio, e do comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Marcos Sampaio Olsen. Ao todo devem ser quatro embarcações, totalizando um investimento de R$ 10 bilhões pelo governo brasileiro.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Balneário Camboriú e região por WhatsApp

Tradicional na construção naval, o batimento da quilha marca uma fase importante na construção do navio, pois permite a estruturação das demais partes da embarcação. No caso das Fragatas Tamandaré, que têm um modelo construtivo em blocos, o marco se deu pelo posicionamento de uma importante peça estrutural, que pesa cerca de 52 toneladas e corresponde a uma das praças de máquinas do navio. Nela serão instalados dois motores, engrenagem redutora e diversos equipamentos auxiliares.

— Forneceremos à Marinha do Brasil fragatas de última geração, que reúnem o que há de mais avançado em tecnologia naval, inovação e capacidade robusta de combate — diz o CEO da thyssenkrupp Marine Systems, Oliver Burkhard, empresa responsável pela construção dos quatro navios.

Próximas etapas

O cronograma do Programa Fragatas Classe Tamandaré avança dentro do planejamento, segundo a Marinha do Brasil, e atualmente apresenta uma evolução em 34% da totalidade. Para as próximas etapas, está prevista a edificação do bloco que forma a outra praça de máquinas do navio, com o posicionamento dos equipamentos e motores no local.

Continua depois da publicidade

Na sequência, os blocos edificados completarão as estruturas centrais do navio. Das mais de cinquenta unidades estruturais que compõem a sequência construtiva da primeira Fragata Tamandaré, cerca de um quarto está em processo de montagem estrutural na thyssenkrupp Estaleiro Brasil Sul, e outras já estão cortadas e conformadas, com painéis e submontagens finalizadas.

O lançamento da Fragata Tamandaré está estimado para meados de 2024 e a entrega à Marinha do Brasil no final de 2025. O corte da chapa do casco da segunda Fragata Tamandaré está previsto para acontecer ainda no corrente ano.

Leia mais

Balneário Camboriú corre contra o tempo para cumprir obrigações no saneamento básico

Itajaí assume compromisso para implantar base da indústria naval de defesa em SC

Destaques do NSC Total